Sermão: Chaves para vencer o desânimo

Chaves para Vencer o Desânimo

Texto: Jeremias 20:9-12

Jr 20:9 Mas, quando penso: “Vou esquecer o SENHOR e não falarei mais em seu nome”, então a tua mensagem fica presa dentro de mim e queima como fogo no meu coração. Estou cansado de guardá-la e não posso mais agüentar.

Jr 20:10 “Ouço as multidões cochichando: “Há terror-por-todos-os-lados. ” E dizem: “Acusem Jeremias! Vamos denunciá-lo! ” Até os meus amigos íntimos esperam que eu tropece. Eles dizem: “Talvez ele caia numa armadilha; então nós o pegaremos e nos vingaremos. ””

Jr 20:11 Mas tu, ó SENHOR, estás comigo e és forte e poderoso. Os que me perseguem tropeçarão e nunca vencerão. Eles ficarão muito envergonhados por causa do seu fracasso. A desgraça deles não acabará e nunca será esquecida.

Jr 20:12 Assim, ó SENHOR Todo-Poderoso, com justiça tu nos pões à prova, pois sabes o que está na nossa mente e no nosso coração. Deixa que eu veja a tua vingança contra os meus inimigos, pois coloquei a minha causa nas tuas mãos.

 

Introdução:

Diante do perigo ou do sofrimento, pode faltar-nos o ânimo e a disposição de espírito. O humor pode ser afetado. Pode nos faltar coragem para enfrentar a adversidade.

Mas o desânimo não é uma situação definitiva. Ele não é uma condição insuperável. Nem é um destino inapelável para a vida humana. O desânimo é um estado de alma que pode mudar completamente.

Há, na Bíblia, um punhado de exemplos de homens de fé que foram acossados pelo desânimo. Três deles, em especial, cativam nossa atenção, pois, num determinado momento, seu estado de desânimo era tão grande que a solução enxergada por eles foi a morte. E olhe que estamos falando de Moisés, Elias e Jonas!

Moisés, desanimado, desabafou diante de Deus: “Se é assim que vais me tratar, mata-me agora mesmo…” (Nm 11.15). Elias também, estando desanimado, entregou os pontos, “entrou no deserto, caminhando um dia. Chegou a um pé de giesta, sentou- se debaixo dele e orou, pedindo a morte: “Já tive o bastante, Senhor. Tira a minha vida; não sou melhor do que os meus antepassados. Depois se deitou debaixo da árvore e dormiu…” (1Rs 19.4,5). Jonas se desanimou tanto com a atitude de Deus salvando os ninivitas e retirando o seu conforto pessoal, que exclamou: “Para mim seria melhor morrer do que viver” (Jn 4.8).

O desânimo vem em muitas formas, desde a oração sem resposta, a pressão financeira, a problemas de saúde, ao sentir-se como se nada nunca funciona, a sentir-se desvalorizado, para todos os tipos de adversidades naturais e guerra espiritual. O desânimo é perigoso porque confunde o seu coração do propósito de Deus, e faz com que você culpe os outros por circunstâncias desagradáveis. Ele rouba a sua confiança, o leva a tomar decisões insensatas, a fazer críticas, irritado ou deprimido, e, finalmente, dá vontade de desistir e sair.

Todos nós passamos por dificuldades no aspecto econômico ou de saúde e podemos ficar desanimados. Assim também, na área espiritual passamos por circunstancias que são difíceis, que nos desanimam. Toda pessoa pode vencer o desânimo.

Neste texto de Jeremias 20:7-12 encontramos alguns segredos para vencer o desanimo.

 

I.Toda pessoa pode vencer o desanimo, não escutando o que outros dizem negativamente. V. 10.

Jr 20:10 “Ouço as multidões cochichando: “Há terror-por-todos-os-lados. ” E dizem: “Acusem Jeremias! Vamos denunciá-lo! ” Até os meus amigos íntimos esperam que eu tropece. Eles dizem: “Talvez ele caia numa armadilha; então nós o pegaremos e nos vingaremos. ””

Se Jeremias desse atenção aos cochichos, acusações e palavras negativas contra sua vida, certamente passaria a ver sua existência do pior modo possível. As vezes é preciso que dispensemos palavras ou conselhos que só nos fazem ver a vida negativamente.

As palavras que ouvimos podem se tornar uma pedra de tropeço nas nossas vidas e nos tirar do caminho.

A voz tem um significado importante, pois é portadora de vida ou morte. Por isso, cuidado com o que você ouve, pois isso vai influenciar sua vida. Na carta aos Coríntios, o apóstolo Paulo é direto em seu conselho: “Não se deixem enganar: as más companhias corrompem os bons costumes.” (1 Coríntios 15:33)

As nossas palavras podem criar ou destruir, direcionar ou controlar, e curar ou ferir corações. Elas são poderosas para transformar e restaurar pessoas. Diariamente somos bombardeados por vozes de todos os lados. Ouvimos conselhos, elogios e críticas ou recebemos feedbacks. Contudo, é preciso analisar que tipo de voz estamos escutando? Para quem você está dando seus ouvidos? Quem você está obedecendo?

Portanto, é importante que você fique atento àquilo que ouve, pois você tem duas escolhas: Ou você abraça a palavra da derrota ou a palavra da vitória.

Preste muita atenção naquilo que vai guardar no seu coração, ou no que vai ser retido na sua mente. Você precisa ter muito cuidado, não permitindo, que qualquer palavra ganhe espaço no seu coração.

Essas questões são fundamentais, pois o sucesso ou fracasso na vida de alguém é determinado pelas vozes que ela decide obedecer. Não é porque você ouve uma voz, uma palavra, que significa que você deve obedecer. É necessário ter discernimento para julgar as vozes ao seu redor. Toda palavra expressa um pensamento, um conceito, uma filosofia ou uma opção. Por isso, é importante identificar as vozes que tem o potencial de desviar você do caminho, impedindo o seu crescimento.

Temos um exemplo na Bíblia do efeito negativo que as palavras podem causar nas pessoas. Moisés mandou espiar a terra para ver se de fato a mesma era boa. Foram enviados doze homens para espiar a terra e depois retornaram depois de quarenta dias! Os homens que foram e espiar a terra eram os cabeças das tribos. Dez deles voltaram com uma palavra negativa. E somente dois deles, que foram Josué e Calebe, viram de fato que a terra era boa e que valeria apena lutar pela mesma.

Depois que dez homens relataram a sua versão qual foi a resposta do povo? Veja: “Então toda a congregação levantou a sua voz; e o povo chorou naquela noite”. Números 14:1.  E por que o povo teve esta reação? Por que deixam de ouvir a palavra de vitória de Josué e Calebe para ouvir as palavras de derrota daqueles dez homens que não tinham fé.

Sabe o que aconteceu no final? Somente Josué e Calebe entram na terra prometida, que era Canaã, por que eles disseram que iam entrar baseados nas promessas de Deus, pois eles desacreditaram todos os obstáculos baseados no poder de Deus que era suficiente para faze-los conquistar a terra, e de fato conquistaram. Os que deram ouvidos as palavras de desanimo sucumbiram juntamente com aqueles que propagaram tal palavra. Portanto, não dê ouvidos a quem não acredita, a quem só tem palavra de derrota e desânimo, pois você corre o risco de sucumbir junto com eles. Creia em Deus e em sua palavra, e em todos aqueles que em Cristo sabem que hão de herdar a Canaã celestial.

 

II.Toda pessoa pode vencer o desanimo, não esquecendo de quem o chamou. V. 9.

Jr 20:9 Mas, quando penso: “Vou esquecer o SENHOR e não falarei mais em seu nome”, então a tua mensagem fica presa dentro de mim e queima como fogo no meu coração. Estou cansado de guardá-la e não posso mais agüentar.

Jeremias as vezes pensava em abandonar sua posição e deixar de anunciar a mensagem que Deus havia lhe dado.

Uma luta interior ocorria no coração de Jeremias. Por um lado, o desejo de abandonar um ministério que só lhe produzia sofrimentos; e por outro, a impossibilidade de resistir a uma compulsão interior muito mais forte que ele, que o fazia lembrar que havia sido chamado por Deus.

Sempre haverão momentos na caminhada que nos sobrevirão dúvidas, conflitos e crises ao ponto de questionarmos se Deus realmente nos escolheu ou de desejarmos deixar tudo. Nestes momentos Jeremias exercitava sua convicção de que Deus lhe havia confiado uma missão importante. Sigamos este exemplo.

Quando Paulo passada por lutas se lembrava que maior que todas as provações era o seu dever. Veja o que ele diz em I Coríntios 9:16. “Pois se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar; pois sobre mim pesa essa obrigação; porque aí de mim se não pregar o evangelho!”

 

III.Toda pessoa pode superar o desanimo, reconhecendo que Deus sempre lhe dará vitória. V.11.

Jr 20:11 Mas tu, ó SENHOR, estás comigo e és forte e poderoso. Os que me perseguem tropeçarão e nunca vencerão. Eles ficarão muito envergonhados por causa do seu fracasso. A desgraça deles não acabará e nunca será esquecida.

Entenda que sempre Deus nos dará a vitória, mas precisamos saber esperar por ela.

Vivemos na época dos instantâneos – comida congelada pronta, que em poucos minutos preparamos num forno de microondas; rápida locomoção e transporte, como o avião; fac-símile, e outras coisas mais. A nossa geração não sabe ser paciente. Por causa disto não sabemos esperar. Vivemos ansiosos, afobados, fazendo tudo para ganharmos tempo.

Quando as provas e tribulações chegam, achamos que todas as nossas orações têm que ser respondidas instantaneamente e que tudo deve ser resolvido com urgência. Entretanto, como na maioria das vezes as coisas não acontecem assim, acabamos nos desesperando. Precisamos aprender a esperar, pois a espera produzirá preciosos frutos em nós se aceitarmos.

Entre a promessa de Deus e o seu cumprimento há um intervalo. Este intervalo é um período de espera até que tudo se cumpra. O mesmo se dá na adversidade. Entre o seu começo e o seu fim (com a nossa vitória) há um intervalo em que devemos esperar.

Há muitos textos na Bíblia que nos exortam a esperar pelo tempo da vitória:

  • Espera tu pelo Senhor; anima-te, e fortalece o teu coração; espera, pois, pelo Senhor. – Salmos 27:14
  • Não digas: vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor e ele te livrará. – Provérbios 20:22
  • Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele que é o meu socorro, e o meu Deus. – Salmos 42:11

Eu poderia citar muitos outros textos sobre esperar em Deus o tempo certo da vitória. Mas minha pergunta para você é: Você está sabendo esperar em Deus?

A Bíblia conta que o povo de Israel, após atravessar o Mar Vermelho, precisou enfrentar o deserto até chegar à Terra Prometida, porém, eles não souberam esperar o tempo de Deus. Veja: “O povo, ao ver que Moisés demorava a descer do monte, juntou-se ao redor de Arão e lhe disse: ‘Venha, faça para nós deuses que nos conduzam, pois a esse Moisés, o homem que nos tirou do Egito, não sabemos o que lhe aconteceu’” (Êxodo 32:1).

Viu só como as pessoas não aguentam esperar? O povo estava esperando Moisés voltar do monte há 40 dias e, como ele não aparecia, resolveram fazer o que achavam melhor. Eles se reuniram, pegaram as jóias de suas mulheres e fizeram um bezerro de ouro para ser o deus deles. Infelizmente, essa é a tendência humana. Se alguma coisa que estamos esperando demora muito para acontecer, ficamos impacientes e começamos a fazer as coisas do nosso jeito. Na nossa cabeça, é melhor fazer “do jeito que dá”, porque não temos paciência para esperar.

Quantos de nós já tentamos dar uma “ajudinha” para Deus e acabamos nos dando mal, não é verdade?

Cassiane em uma de suas músicas diz: “quando Ele fica em silêncio, é porque está trabalhando”, e é exatamente isso que a Bíblia diz em Isaías 64:4. O que devemos entender é que Deus não está brincando conosco quando não nos responde imediatamente. Da mesma forma que Ele estava trabalhando com Moisés naqueles 40 dias, assim também o Senhor está trabalhando em nossas vidas.

Então, precisamos ser pacientes e aprender a confiar mais no nosso Deus. Não podemos desistir de ouvi-lo só porque a resposta Dele não veio na hora que achamos ser a certa. Não devemos “ajudá-lo” a resolver nossos problemas e, muito menos colocar nossa confiança nas pessoas ou coisas. A Palavra diz que “Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor” (Salmos 34:15). Então, com certeza, Ele nos responderá no momento certo. O tempo de Deus é muito melhor que o nosso tempo! “Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor” (Salmos 40:1).

O silêncio do Senhor é precioso, pois é durante esse tempo que Ele nos prepara para receber a Sua resposta e nos ensina algo que não poderíamos aprender com as pessoas. Sendo assim, temos que saber aproveitar o melhor dessa espera com muita fé e com a certeza de que a resposta certa virá.

 

Conclusão:

Ao concluir este sermão quero mais uma vez enfatizar que toda pessoa pode superar o desanimo; não dando atenção ao que os demais digam negativamente, não se esquecendo de quem nos chamou e reconhecendo que aquele que nos chamou sempre nos dará a vitória sobre qualquer problema.

Nós não somos chamados para andar em desânimo. Nós não somos chamados para parar e desistir. Nós não somos chamados a olhar o mundo com os olhos naturais. Somos chamados a nos encorajar no Senhor, para pressionar e pressionar, e andar pela fé e não por vista em face de qualquer coisa e tudo o que o diabo joga em nós.

Não olhe para as coisas com os olhos naturais, mas ver as coisas através das lentes das promessas do pai para sua vida.

A promessa que Deus fez para seu povo também serve para nós: “Olha, o Senhor teu Deus tem posto esta terra diante de ti; subir e possuí-la ,  como o Senhor Deus de vossos pais tem falado com você, não o medo ou desanimar “(Deut. 1: 20-22)

Ilustração.

Num sonho, Deus virou para um homem que estava muito desanimado e disse-lhe:

“Meu filho, tenho uma missão para você. Sabe aquela pedra enorme que está perto da sua casa? Quero que a empurre sem parar, faça chuva ou faça sol não pare de empurrá-la, empurre-a com toda tua força e toda a tua vontade.”

E o homem respondeu: sim Senhor eu  farei o que me pede. E mesmo sem entender, o homem resolveu obedecer. Dia a dia ele pelejava empurrando a pedra com toda a sua força, mas ela não se mexia. E cada noite, retornava para a sua casa aborrecido, sentido que seu esforço era em vão.

Percebendo o desânimo do homem, o inimigo decidiu entrar em cena. Tentando desanimá-lo para que desistisse da missão que Deus tinha confiado a Ele, disse: “Você tem empurrado essa pedra por tanto tempo, e ela ainda não se moveu. Não acha melhor desistir? Deixe essa tarefa para outro.”

Esses pensamentos minavam o seu espírito e davam-lhe a impressão que era um fracassado. Pensando em desistir, elevou seus pensamentos em oração e disse: – “Senhor, tenho trabalhado duro fazendo exatamente aquilo que o Senhor me mandou, entretanto, após todo esse tempo não consegui mover a pedra nem por um milímetro. O que está errado? Porque tenho falhado?

O Senhor, em sua infinita misericórdia e conhecendo a aflição que tomava conta daquele coração, respondeu-lhe: – “Meu filho, quando eu lhe disse que tinha uma missão para você, você aceitou, expliquei-lhe que o seu trabalho seria empurrar a pedra todos os dias, e é o que você tem feito. Eu nunca lhe ordenei que a movesse. Porque você pensa que falhou?”

“Mas, olhe para os seus braços, suas mãos e pernas e veja como estão fortes e firmes. Todos esses atributos lhe fazem melhor do que antes, você está mais forte, observe que o seu chamado foi para empurrar a pedra exercitando sua força e confiança na minha Palavra. Você fez exatamente o que lhe pedi e quando chegar a hora, Eu mesmo moverei a pedra.”

A moral desta história é: Não desanime! Força! Continue a empurrar a pedra, no momento certo Deus fará o Milagre. O pedido é: Obedeça, Confie tenha Fé! Em todos os momentos exercite a Fé que move montanhas, mas saibamos que continua sendo Deus quem as move.

Assim: Quando tudo lhe parecer errado, quando o trabalho te deixar pra baixo, quando as pessoas não agirem conforme você esperava, quando seu dinheiro ficar escasso, apenas empurre a pedra e confie no Senhor.

Querido irmão, este é o momento de sair desse estado no qual você se encontra, somente creia, confie em Deus e Ele lhe dará vitória total.

Que Deus te abençoe.

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 7.197 outros assinantes