Reflexões com Pr Josias Moura. Tema: O milagre da Pregação.

Assista aqui esta reflexão do Pr Josias Moura e acesse em nossa página nossos cursos ead gratuitos.

O Milagre da Pregação

 

A pregação bíblica é um milagre duplo.

O primeiro milagre é Deus usar um homem imperfeito, pecador e cheio de defeitos para transmitir a perfeita e infalível Palavra de Deus.

Neste aspecto, a pregação bíblica estabelece a relação de um Ser perfeito usando um ser imperfeito como seu porta-voz. Só um milagre pode tornar isso possível.

O segundo milagre é Deus fazer com que os ouvintes aceitem um porta-voz imperfeito, e assim escutem a mensagem por intermédio do pecador e finalmente sejam transformados por essa mensagem. Esse é o grande milagre da pregação!

As técnicas usadas e aprendidas na pregação são indispensáveis, até porque foram pesquisadas em diversos autores considerados especialistas no assunto e são comprovadas pela experiência de pregadores bem-sucedidos.

Contudo, uma coisa precisa ficar muito clara: todas as técnicas reunidas e colocadas em prática não são suficientes para tornar alguém um bom pregador.

Para ser um bom pregador é preciso ter técnica e algo mais. Esse algo mais é o milagre do Espírito Santo atuando sobre a vida do pregador.

Aos quarenta anos de idade, Moisés conhecia todas as técnicas dos mais variados ramos do conhecimento humano, inclusive a arte de falar em público em diferentes línguas. Anos depois, quando Deus o desafiou a tornar-se pregador, o erudito Moisés respondeu: “Ah! Senhor! Eu nunca fui eloqüente…” (Êx 4.10).

Faltava a Moisés algo mais: um milagre! Foi esse milagre que Deus lhe ofereceu quando disse: “Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca, e te ensinarei o que hás de falar” (4.12). Mesmo com relutância, Moisés aceitou o milagre e tornou-se pregador e líder.

Ao contemplar a santidade de Deus, Isaías sentiu-se um inútil pecador e exclamou: “Ai de mim… porque sou homem de lábios impuros” (Is 6.5). Ele sentiu que seus lábios impuros o desqualificavam para qualquer contato com a Divindade, principalmente para ser-lhe um porta-voz. Faltava a Isaías um milagre.

Então finalmente, um anjo tocou-lhe os lábios com a brasa viva do altar de Deus, e, só após esse milagre, Isaías sentiu-se em condições de ser um porta-voz de Deus e aceitou o desafio: “Eis-me aqui, envia-me a mim” (6.8).

Da mesma forma, o pregador de hoje também é homem de impuros lábios, mas que, tocado pela brasa viva do altar, pode tornar-se um porta-voz de Deus e ser usado no milagre da pregação.

Por incrível que pareça, é essa mistura do humano com o divino que dá poder à pregação.

Segundo Phillips Brooks, a pregação é a “apresentação da verdade através da personalidade”,1  e foi Deus quem escolheu essa combinação da verdade perfeita com a personalidade imperfeita para dar poder à pregação. Em outras palavras, o pregador usa as características de sua personalidade, como conhecimento, habilidade, voz, pensamento, e a sua vida para transmitir a verdade divina, e essa união do divino com o humano tem o poder de alcançar outros seres humanos e transformá-los.

Isto é pregação: um poderoso milagre de Deus, através dos qual o infinito fluindo por via finita, o perfeito chegando até nós por meio do imperfeito, a santidade sendo transmitida através de pecadores, tem o poder de transformar outros pecadores.

               

Mas o que dizer das palavras do pregador?

No sentido humano, as palavras também produzem mudanças e influenciam comportamentos e atitudes humanas.

Palavras têm o poder de produzir sentimentos, pensamentos e ações.

Em determinadas situações uma única palavra pode produzir amor ou ódio, alegria ou tristeza, motivação ou depressão, pensamentos positivos ou negativos.

Imagine, por exemplo, o efeito das palavras românticas proferidas entre um casal de namorados ou de noivos. Elas são capazes de gerar um campo afetivo cujo desfecho é o casamento. Agora imagine o efeito de palavras sarcásticas, agressivas e desrespeitosas proferidas num momento de desentendimento entre marido e mulher. São capazes de gerar um campo de hostilidade cujo desenlace pode ser o divórcio. Tal é o poder de influência das palavras.

                As palavras, portanto, são polivalentes, podendo ajudar ou atrapalhar. Podem encorajar, inspirar e tranqüilizar, mas também podem decepcionar, desunir e oprimir.

Além de tudo isso, foram as palavras que preservaram a verdade bíblica até os nossos dias, bem como preservaram a história da humanidade e as descobertas da ciência. Mas da mesma forma elas contribuíram para desencadear guerras, homicídios e torturas.2  Hitler, por exemplo, manipulou uma nação e torturou o mundo com o uso tendencioso das palavras. Jesus Cristo, por outro lado, estabeleceu o cristianismo e o evangelho com o uso do mesmo recurso: palavras.

                As palavras podem fazer ou deixar de fazer milagres na vida das pessoas. E aspecto aí está o  poder que será utilizado como ferramenta do pregador. Cada pregador tem a oportunidade e a responsabilidade de escolher e combinar as palavras de tal maneira que produzam o melhor efeito na vida espiritual das pessoas.

                A própria Bíblia diz: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2Tm 2.15). Talvez, parafraseando este texto, pudéssemos dizer que o pregador só será aprovado por Deus se manejar bem a Verdade e manejar bem as palavras. Ser pregador, portanto, é ter o poder do Espírito para usar o milagre das palavras no milagre da pregação.

Que Deus abençoe a sua vida. 

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.994 outros assinantes