Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Música na adoração

9. A MÚSICA NA ADORAÇÃO

A Música é uma das muitas maravilhas que Deus, o Criador de todas as coisas, nos permitiu conhecer. Em Sua soberania, aprouve ao Senhor dar aos homens a capacidade de desenvolver novos sons e novas melodias. Nestes termos, cada raça, região ou país expressa-se através de uma linguagem musical que, curiosamente, pode ser apreciada pelas demais raças e nações. Assim sendo, temos o direito de não gostar, mas também temos o dever de respeitar por tratar-se de um símbolo universal e cultural de expressão.

No meio evangélico, entretanto, parece que a utilização e o desenvolvimento da Música, como um dos meios de adoração ao Senhor ou como meio de evangelização, tem sido motivo de polêmica, radicalização e polarização, principalmente no que tange à modernização.

Alguns mais afoitos e exaltados, apressam-se a execrar certos ritmos, procurando descobrir em suas origens, ligações demoníacas. O próximo passo, então, é a generalização, abominando tudo o que "novo" como sendo uma ameaça aos melhores padrões cristãos. De outro lado, estão os que não menos radicais, desejam "implodir" o nosso passado musical. "Mordidos" por uma xenofobia absurda, tentando implantar "no peito e na raça" suas idéias, mas sem o ingrediente principal que mantém o Corpo de Cristo unido: o amor (1 Co 13).

Nestas horas é que muitos pensam: ¾ "Que confusão! Quem afinal está com a razão? Por que Deus não nos deixou uma Bíblia Musical, com todas as notinhas que determinassem qual é a música do céu e a do inferno, juntamente com uma relação de instrumentos sacros e outra de profanos?"

Arrisco-me a sugerir que o Senhor não nos deixou a tal Bíblia Musical, justamente para que de todas as raças, povos, tribos e nações surgissem louvores sinceros, exaltação verdadeiras, todas impregnadas de criatividade cultural, peculiar a cada região do planeta. O Senhor quer a adoração que traduza o sentimento e a decisão do mais profundo de nosso ser, feita em Espírito e em Verdade.

Como agimos, então? Não há parâmetros para a música como meio de adoração? Claro que há! Se Deus não nos deixou uma Bíblia Musical, é porque nossa informação e parâmetro virão da carta que Ele nos deixou: A BÍBLIA SAGRADA.

Há tanto o que aprender com a música e a adoração no Velho e Novo Testamento (mesmo sem notas musicais). Posso destacar que a música é encontrada desde o Gênesis, sendo que percebemos, com a progressão da revelação de Deus, que a música e os músicos vão se organizando. O número de instrumentos relacionados é crescente. Não estagna, nem decresce. Até o ponto do salmista declarar explosivamente "todo ser que respira, louve ao Senhor", exatamente após uma das maiores relações de instrumentos de sua época.

A base para o nosso louvor e adoração está na Bíblia, no entanto, aprendemos sobre a música, como veículo deste louvor, através de toda História da Igreja Cristã.

Destacamos a música na época das perseguições, onde o louvor era levantado em meio às dentadas dos famintos leões das arenas romanas. Aprendemos também com a música anterior à Reforma, executada, principalmente pelo clero (destacando-se o canto Gregoriano); a popularização musical incentivada por Lutero, que foi buscar na cultura secular subsídios para suas composições sob o princípio de que "não se deve deixar que o diabo tenha todas as boas melodias".

Aprendemos com o progresso da música erudita, com a música européia e americana. Vibramos com a música trazida pelos primeiros missionários chegados ao Brasil e com a confecção dos cancioneiros evangélicos.

Todo este processo de aprendizagem, ocorrido na História da Igreja tem duas características:

  1. É um processo acumulativo, ou seja, o conhecimento anterior é básico para o que vem adiante.
  2. É um processo aberto para o novo, que sempre retira da modernização (novos estilos, instrumentos, harmonias, etc.) o que há de melhor, pois o nosso Deus não merece menos que isso. Um exemplo positivo disto foi Martinho Lutero.

Como podemos ver, a música é uma arte que não envelheceu, justamente porque não anula o seu passado, que é a base para o seu futuro. Ao mesmo tempo, é sempre atual, pois retrata o conhecimento, as tendências e a cultura do seu tempo, numa reciclagem permanente.

Qual deve ser o nosso posicionamento como membros do Corpo de Cristo e filhos de um mesmo Pai? Precisamos fazer uma auto-avaliação para que verifiquemos se há radicalismos em nosso meio, seja pró-modernização, seja pró-estilo do passado, pois não há base bíblica para nenhum deles. A base de todo radicalismo não é, positivamente, o amor, que é o vínculo da perfeição e muito menos a paz de Cristo que deve ser o árbitro nos corações (Cl 3:12-17).

Devemos, então, exercitar uma flexibilidade bilateral, baseada no amor, onde não apenas o jovem ceda, para evitar discussões desagradáveis e divisão na Igreja, mas onde também os mais velhos compreendam o desejo dos jovens em traduzir o seu louvor em sons que caracterizem os dias de hoje, sempre utillizando tudo o que temos de bom do passado e do presente. Afinal, não temos um Deus que aceita o louvor dos mais velhos e outro Deus que aceita o louvor dos jovens. Nosso Deus é um, e Ele quer que nós, como Igreja, busquemos ardentemente, viver em unidade e amor para o louvor da Sua Glória (Ef 1:12; 4:1-3; Fp 4:2-5; Jo 17:20-21).

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.986 outros assinantes

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: