Estudo sobre a doutrina dos anjos – Parte 02

As pessoas tem “anjos da guarda”?

  • Nós não temos um anjo da guarda, temos anjos que nos guardam, isto é, que guardam a todos os fiéis. As Escrituras claramente nos dizem que Deus envia anjos para nos proteger: “Aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra” (Sl 91.11-12).
  • Mas, os esotéricos criaram o conceito de anjo da guarda. Dizem eles que cada um de nós tem o seu próprio anjo. A luz da palavra, não há base para crermos na existência de anjos da guarda pessoais.

A organização e hierarquia dos anjos bons

  • Arcanjo – Miguel cujo nome significa “Quem é como Deus” (Judas 1:9). Miguel é mencionado também em apocalipse 12:7-8 e Daniel 10:13, 21, onde é chamado de “Miguel, um dos primeiros príncipes”. 13 Miguel é uma espécie de anjo que exerce chefia. Ele também aparece lutando contra o dragão em Apocalipse 12.
  • Ele é mencionado como mensageiro de Deus que vem para falar ao profeta. Fala também com Zacarias e Maria em Lucas 1, nos versos 19 onde diz: “eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus”. E também nos versos 26,27.
  • Querubim, ou “criaturas viventes“, que receberam a tarefa de guardar a entrada do Jardim do Edem (Gn. 3:24) Sobre a arca da aliança estavam duas imagens de ouro de querubins, com suas asas estendidas sobre a arca. E era ali que Deus prometia habitar no meio de seu povo.

Simbolicamente  protegiam os objetos guardados na arca, e proviam,  com  suas asas  estendidas, um pedestal visível para o trono  invisível  de Yahweh (veja Sl 80:1 e 99:1, para entender essa figura).

No livro de  Ezequiel (Ez 10), o trono-carruagem de Deus,  que  continuava sustentado por Querubins, tornava-se móvel. Também foram bordados Querubins nas cortinas e véus do Tabernáculo, bem como estampados nas paredes do Templo (Êx 26:31; 2Cr 3:7).

  • Serafim (Isa 6:2-7) – sempre adorando Deus.

A única menção a esses seres celestiais nas páginas das Escrituras  Sagradas fica no livro de Isaías (Is 6).

Os seres vistos por Isaías tinham forma humana, embora  possuíssem  seis asas (Is 6:2). Estavam postos  acima  do trono  de Deus (Is 6:2a), o que parece indicar que sejam  líderes na adoração ao Senhor. Uma dessas criaturas entoava um refrão que Isaías registra nas palavras: “Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos;  a terra inteira está cheia da Sua glória”  (Is  6:3). Tão vigorosa era esta adoração, que é dito que o limiar do Templo divino se abalava e o santo lugar ficava cheio de fumaça.

Pelo que observamos no texto, parece que para Isaías os Serafins  constituíam uma ordem de seres  angélicos  responsáveis por certas funções de vigilância e adoração.

 

  • O anjo de Jeová [O Anjo do SENHOR] — são usualmente aparições de Cristo no Velho Testamento.

Outro ensino veterotestamentário de grande importância, que  por sua vez está estritamente relacionado com as  Teofanias, são as aparições do Anjo do Senhor. Uma vez que as aparições do Anjo do Senhor se constituem em  Teofanias,  mas especificamente Teofanias onde as aparições de  Deus  se davam de forma humana.

     A  expressão “Anjo do Senhor” ou sua variante “Anjo  de Deus”,  se encontram mais de cinqüenta vezes no AT

     A primeira aparição bíblica do “Anjo do Senhor“, foi no episódio  de  Agar, no deserto (Gn 16:7).  Outros  acontecimentos incluíram pessoas como Abraão (Gn 22:11,15), Jacó (Gn  31:11-13), Moisés (Êx 3:2), todos os israelitas durante o Êxodo (Êx 14:19) e posteriormente em Boquim (Jz 2:1,4), Balaão (Nm 22:22-36), Gideão (Jz 6:11), Davi (1Cr 21:16), entre outros.

     A Bíblia nos informa que o Anjo do Senhor realizou  várias  tarefas semelhantes às dos anjos, em geral. Às vezes,  Suas aparições eram simplesmente para trazer mensagens do Senhor Deus, como  por exemplo em Gn 22:15-18; 31:11-13. Em outras  aparições, Ele  fora enviado para suprir necessidades (1Rs 19:5-7)  ou  para proteger o povo de Deus de perigos (Êx 14:19; Dn 6:22).

O anjo do Senhor era adorado?

Temos duas passagens bíblicas que sugerem isso.

  • Em juízes 13:15-22

Texto:

“15 Então Manoá disse ao anjo do SENHOR: Ora deixa que te detenhamos, e te preparemos um cabrito. (16) Porém o anjo do SENHOR disse a Manoá: Ainda que me detenhas, não comerei de teu pão; e se fizeres holocausto o oferecerás ao SENHOR. Porque não sabia Manoá que era o anjo do SENHOR. (17) E disse Manoá ao anjo do SENHOR: Qual é o teu nome, para que, quando se cumprir a tua palavra, te honremos? (18) E o anjo do SENHOR lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso? (19) Então Manoá tomou um cabrito e uma oferta de alimentos, e os ofereceu sobre uma penha ao SENHOR: e houve-se o anjo maravilhosamente, observando-o Manoá e sua mulher. (20) E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o anjo do SENHOR subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos. (21) E nunca mais apareceu o anjo do SENHOR a Manoá, nem a sua mulher; então compreendeu Manoá que era o anjo do SENHOR. (22) E disse Manoá à sua mulher: Certamente morreremos, porquanto temos visto a Deus”.

  • Manoá conclui em sua experiência ter visto o próprio Deus. Ele oferece um sacrifício, sem ter a consciência que o Anjo do Senhor era o próprio representante de Deus, e só ao fim do ritual percebe este fato.
  • Em Josué 5:13-6:3 temos uma passagem onde Josué adora o anjo do Senhor.

Texto:

Josué 5:13: “Josué estava perto da cidade de Jericó. De repente, viu um homem com uma espada na mão parado na sua frente. Josué chegou perto dele e perguntou: Você é do nosso exército ou é inimigo?

14– Não sou nem uma coisa nem outra – respondeu ele. – Estou aqui como comandante do exército de Deus, o Senhor.

Josué ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e o adorou. E disse:

– Estou às suas ordens, meu senhor. O que quer que eu faça?

15 O comandante do exército do Senhor respondeu: – Tire as sandálias porque a terra que você está pisando é santa. E Josué obedeceu.

6:1: Os portões da cidade de Jericó estavam muito bem fechados, para não deixar que os israelitas entrassem. Ninguém podia entrar, nem sair da cidade. 2 O Senhor Deus disse a Josué: – Olhe! Eu estou entregando a você a cidade de Jericó, o seu rei e os seus corajosos soldados. 3 Agora você e os soldados israelitas marcharão em volta da cidade uma vez por dia, durante seis dias.”

 

As atividades dos Anjos

  • Os anjos louvam e glorificam continuamente a Deus (Jó 38.7; SI 103.20; 148.2; Ap 5.11,12; 7.11; 8.1-4). Embora essa atividade em geral se dê na presença de Deus, em pelo menos uma ocasião aconteceu na terra —no nascimento de Jesus, os anjos cantaram: “Glória a Deus nas maiores alturas” (Lc 2.13,14).
  • Os anjos revelam e comunicam a mensagem de Deus para os homens. Essa atividade está mais de acordo com o significado da palavra anjo. Os anjos estavam particularmente envolvidos na mediação das leis (At 7.53; Gl 3.19; Hb 2.2).

Apesar de não serem mencionados em Êxodo 19, Deuteronômio 33.2 afirma: “O SENHOR veio do Sinai […] veio das miríades de santos”. Essa passagem obscura pode ser uma alusão à mediação dos anjos. Embora não se diga que tenham desempenhado função semelhante em relação à nova aliança, o Novo Testamento os apresenta com freqüência como portadores das mensagens de Deus. Gabriel aparece para Zacarias (Lc 1.13-20) e Maria (Lc 1.26-38). Os anjos também falam com Filipe (At 8.26), Cornélio (At 10.3-7), Pedro (At 11.13; 12.7-11) e Paulo (At 27.23).

  • Os anjos fortalecem o povo de Deus física e mentalmente. Foi um anjo que fortaleceu Jesus em seu corpo terreno quando estava em agonia no jardim do Getsêmani (Lc 22.43). Foi um anjo que fortaleceu Daniel em sua fraqueza extrema (Dn 10.16-18). Foi um anjo que preparou comida para Elias de modo incomum e o fortaleceu durante 40 dias enquanto ele fugia de Jezabel (1 Rs 19.5-8).
  • Os anjos orientam os crentes, especialmente na evangelização. Em Atos 8.26, um anjo disse a Filipe para ir até a estrada para Gaza, onde ele encontrou o funcionário etíope que veio a crer em resultado da pregação de Filipe. Em Atos 10.3-7, um anjo disse a Cornélio para mandar buscar Pedro em Jope, para que este pudesse vir lhe pregar o evangelho. As vezes os anjos impedem pessoas sem juízo de continuar no caminho errado, como na história de Balaão e sua jumenta (Nm 22.21-28).
  • Os anjos ministram aos crentes. Isso inclui sua proteção contra danos. Na igreja primitiva, foi um anjo que livrou da prisão os apóstolos (At 5.19) e, mais tarde, Pedro (At 12.6-11). O salmista experimentou o cuidado dos anjos (SI 34.7; 91.11). Entretanto, o maior ministério é no suprimento de necessidades espirituais.
  • Os anjos têm grande interesse na batalha espiritual dos crentes, regozijando-se em sua conversão (Lc 15.10) e servindo-os em suas necessidades (Hb 1.14). Os anjos são espectadores de nossa vida (ICo 4.9; ITm 5.21) e estão presentes na igreja (ICo 11.10). Na morte, os crentes são transportados pelos anjos para um lugar de bênçãos (Lc 16.22).
  • Os anjos executam julgamento sobre os inimigos de Deus. O anjo do Senhor levou morte a 185 000 assírios (2Rs 19.35), e aos filhos de Israel até que o Senhor lhe disse para retirar a mão que estava sobre Jerusalém (2Sm 24.26). Foi um anjo do Senhor que matou Herodes (At 12.23). O livro de Apocalipse está cheio de profecias a respeito do julgamento que será efetuado pelos anjos (8.6—9.21; 16.1-17; 19.11-14).

Os anjos executam os castigos de Deus. Dois anjos jogaram fogo e enxofre do céu sobre as cidades de Sodoma e Gomorra e as reduziram a cinzas (Gn 19.13).

  • Os anjos muitas vezes são os agentes por meio de quem Deus responde orações. Temos de lembrar que a oração faz muita diferença na liberdade que os anjos de Deus têm para agir. Um anjo veio até Daniel em resposta direta à sua oração (Dn 10.12). Jesus foi fortalecido por um anjo em resposta à sua oração agonizante no jardim do Getsêmani (Lc 22.42-43). Um anjo veio em socorro de Pedro em resultado direto das orações conjuntas da primeira igreja (At 12.5,7). Se deixamos de orar, é bem possível que limitamos a ajuda que Deus poderia nos ter dado por meio dos seus anjos.

 

A falta de oração pode explicar por que certos eventos trágicos ocor­rem. A Bíblia diz: “O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé” (1 Pe 5.8-9). Uma maneira de resistir aos ataques do diabo é pela oração. Se deixamos de orar, podemos deixar a nós mesmos desprotegidos pelos anjos de Deus. Por isso a Bíblia nos diz para orarmos “sem cessar” (1Ts 5.17) e para orarmos “no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica” (Ef 6.18, NVI).

  • Os anjos estarão envolvidos na segunda vinda. Eles acompanharão o Senhor em sua volta (Mt 25.31), assim como estavam presentes em outros acontecimentos significativos da vida de Jesus , incluindo seu nascimento, tentação e ressurreição.

Eles separarão o trigo do joio (Mt 13.39-42). Cristo enviará seus anjos com um grande som de trombetas para reunir, dos quatro ventos, os eleitos (Mt 24.31; veja tb. lTs 4.16,17).

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.994 outros assinantes