Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel. Tema: A escatologia na mensagem Profética

A escatologia na mensagem profética

Daniel 9: 20-27; Obadias 15-21

"Por que o Dia do Senhor está prestes a vir sobre todas as nações." Obadias 15

Nesta segunda lição sobre os fundamentos da escatolo­gia no Antigo Testamento trataremos de dois temas extre­mamente significativos para a escatologia bíblica, a saber: as setenta semanas de Daniel e a expressão "dia do Se­nhor."

Estes dois assuntos estão presentes na literatura profética e são focos de muitos debates e controvérsias. Portanto, entendê-los é imprescindível.

I- AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL, Dn 9: 20-27

Embora haja diferentes modos de estudar a profecia de Daniel, nossa ênfase aqui é interpretá-la literalmente e mostrar que seu cumprimento final se dará no segundo ad­vento do Messias. Daniel teve esta visão no primeiro ano do reinado de Dario, em 538 a.C. Os setenta anos do cati­veiro profetizados por Jeremias estavam terminando.

a) O significado das setenta semanas de Daniel.

As setenta semanas representam 490 anos, sendo cada semana um período de sete anos. As semanas são dividi­das em três períodos menores de tempo:

  • 07 semanas: um período de sete semanas (49 anos, Dn 9: 25),
  • 62 semanas: um segundo período de sessenta e duas semanas (434 anos, Dn 9: 25-26,
  • 01 semana: uma última semana (7 anos, Dn 9: 26-27), a mais cruel e temível de todas, que resulta na destruição do perse­guidor e libertação final do povo de Deus.

Portanto 07 semanas+62 semanas+01 semana = 70 semanas de Daniel = 490 anos

b) As setenta semanas teriam os seguintes re­sultados: "fazer cessar a transgressão, para dar fim aos pecados, para expiar a iniquidade, para trazer a justiça eterna, para selar a visão e a profecia e para ungir o Santo dos Santos", Dn 9:24. O profeta menciona seis coisas a se­rem feitas.

Intérpretes da profecia afirmam que as quatro primeiras relacionam-se com a obra expiatória de Cristo e a sua primeira vinda. As duas últimas se realizarão no perío­do da tribulação.

c) O cumprimento das setenta semanas.

  • O pri­meiro período de sete semanas pode ser uma referência à conclusão bem-sucedida da reconstrução de Jerusalém. A cidade foi reconstruída durante este período, sob oposi­ção "nos tempos angustiosos", conforme predito em Dn 9: 25 e confirmado em Ne 4: 18.
  • O segundo período, de sessenta e duas semanas, es­tende-se desde a conclusão da reconstrução de Jerusalém até o início do ministério de Cristo. Outros acreditam que as sessenta e duas semanas seriam o tempo durante o qual a cidade de Jerusalém seria reconstruída (538 a.C) e quan­do foi destruída pelos romanos (70 d.C).
  • A última semana (7 anos – Dn 9: 26-27), será bem dis­tante das demais. Haverá um acordo feito por um "prínci­pe" com os judeus. No meio da semana, este príncipe porá abominações no santuário e começará urna perse­guição contras os judeus. No fim da semana, haverá o jul­gamento e um reino de justiça será estabelecido.Quando os judeus tiverem de ser varridos completamente de sobre a face da terra, Jesus descerá dos céus com a igreja, decla­rará guerra contra o Anticristo, o vencerá e o amarrará por mil anos. Esta semana será inaugurada com o arreba­tamento da igreja, segundo a interpretação dispensacionalista, e terminará quando a Igreja voltar com Jesus para reinar com ele no milênio.

II – O DIA DO SENHOR NO ANTIGO TESTAMENTO

A expressão "dia do Senhor" é muito comum no Anti­go Testamento. De forma geral, era uma referência ao dia em que Deus subjugaria os inimigos e salvaria Israel seu povo eleito. Seria, portanto, um dia de juízo, mas tam­bém de salvação.

a) Dia de juízo. Os israelitas acreditavam que nesse Deus se levantaria para julgar todos os seus inimigos e sal­var Israel de forma espetacular. Mas o profeta Amós utili­zou essa frase como símbolo do juízo iminente de Deus so­bre Israel, Am 5:18. Sofonias reconhecia o dia do Senhor como julgamento universal, abrangendo todas as nações, Sf 1: 14-18.

Os profetas Joel e Isaías falam do dia do Senhor como um dia de trevas e escuridão. Contudo, o juízo é seguido de uma nova glória e nova luz, Jl 2: 2, 28, 32; Is 24: 21-23. Em Daniel, o juízo universal de Deus introduz a chegada do reino dos santos do Altíssimo, Dn 7: 10-28. O pensamen­to de um juízo universal das nações introduz a promessa da inauguração do reino perene dos santos do Altíssimo.

b) Dia da manifestação da soberania divina. No dia do Senhor todos os povos reconhecerão a supremacia e o senhorio do Deus de Israel sobre o universo. Será um dia de juízo sobre as nações inimigas e o triunfo dos rema­nescentes fiéis israelitas.

O tema "dia do Senhor" possui tanto um cumprimento imediato como escatológico no Antigo Testamento. Ao mesmo tempo que o profeta anunciava o juízo e salvação iminentes, também prenunciava o grande e terrível dia do Senhor, o juízo final escatológico. "Por que o dia do Se­nhor está prestes a vir sobre todas as nações […] mas no monte Sião haverá livramento […] e o reino será o Se­nhor". Ob 15,17,21. O livro de Obadias descreve o juízo de Deus sobre Edom e a salvação de Israel, mas este juízo e salvação são apenas amostras do juízo e salvação plenas que estavam por vir.

Assim, a expressão Dia do Senhor, nos mostra que Deus esta no controle da História da humanidade e Ele ira cumprir a sua palavra movendo todas as circunstancias para que sua palavra se cumpra.

Na próxima semana estudaremos o tema: “Últimos dias, tempos difíceis”. Não perca este estudo.

Pr Josias Moura de Menezes

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

0 comentário em “Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel. Tema: A escatologia na mensagem Profética”

  1. Parabens Pr ,sou Presbitero ja estudei sobre isso ,bate certinho tudo que o irmao tem dito nesse estudo ,meu desejo é qe o Senhor continue te abençoando grandemente meu Querido irmao és um grande instrutor na palavra ,tem certeza,muitos tem sido edificado com essas msagens…Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Entre no curso que deseja fazer e comece a assistir as aulas agora. 

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES
Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.982 outros assinantes

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: