Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Estudo EBD. Tema: Entregando seus fardos. (Estudo Bíblico para Escola dominical da Igreja do Betel Brasileiro Geisel)

Entregando os Fardos

Salmos 68.19-20

INTRODUÇÃO

“Bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo!” (SI 68.19).

A vida é muito difícil e complicada. Ela nos impõe muitas responsabilidades e sofrimentos. Já disse alguém que viver é sofrer. Deus não nos isenta de sofrimentos e dificuldades, mas nos oferece ajuda. Ele se dispõe a, diariamente, carregar o nosso fardo.

Meu amigo, o nosso estudo é um convite para o descanso em Deus.

O QUE E UM FARDO?

A palavra fardo significa literalmente “coisa ou conjunto de coisas, mais ou menos volumosas ou pesadas, que se destinam a transporte, carga, pacote, embrulho, volume”. Figuradamente, significa “o que custa a suportar, ou o que impõe responsabilidades”(Aurélio).

Na língua grega, um fardo pode ser uma carga pesada e uma metáfora para as dificuldades. “Baros” significa um peso ou fardo físico, alguma coisa pesada (Mt20.12; At 15.28-29; 1 Tm 5.16). “Kopos” significa “ferir” ou bater. Assim tudo o que leva ao trabalho, ao esforço, à labuta, à dor, à opressão pode ser chamado fardo “Kopos”. Indica não apenas a atividade do esforço e da labuta e o processo de se cansar, mas também a fatiga e a exaustão decorrentes (Mt 6.28; Rm 16.6; 1 Tm 5.17).

OS TIPOS DE FARDOS

O Fardo das Tradições Religiosas. Atam fardos pesados e difíceis de carregar e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com o dedo querem movê-los (Mt 23.4). Os fariseus e os judaizantes da época de Jesus iam, além da Lei, exigindo dos fiéis o cumprimento de tradições humanas. Eram legalistas hipócritas. Há muitos fiéis hoje carregando os fardos pesados das tradições religiosas.

O Fardo do Sofrimento e da Perseguição. Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de desesperarmos até da própria vida (2 Co 1.8). Viver é sofrer, já sabemos. Mas, às vezes, o sofrimento vem de forma avassaladora e constante. Quantos estão sofrendo por causa de doenças pessoais ou familiares? Quantos têm perdido entes queridos por doenças e tragédias urbanas como assaltos e sequestros? Paulo experimentou sofrimentos deses-peradores “a ponto de desesperarmos até da própria vida”.

O Fardo dos Vícios. Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as consequências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço (Lc 21.34). Jesus reconhece neste versículo a possibilidade de crentes viverem a opressão dos vícios sociais. Muitos têm carregado o fardo do vício mesmo após a conversão.

O Fardo do Sofrimento por Causa do Pecado Encoberto. “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim…" (Si 32.3-4). Deus pesa a sua mão de forma disciplinadora sobre aqueles que ocultam os seus erros e culpas. Davi experimentou o fardo do pecado encoberto e da consciência de culpa.

O Fardo de Carregar o Fardo dos Outros. Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo (Gl 6.2). A lei de Cristo se cumpre através do amor ao próximo. Mas, isso não é tarefa fácil. Há irmãos que são “fardos pesadíssimos”.

O Fardo das Preocupações com o Futuro. “…não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir (Lc 12.22). A ansiedade é o fardo mais marcante da natureza humana. O desconhecimento do futuro gera incertezas no presente. Estar ansioso é antecipar os sofrimentos do amanhã.

O Fardo da Opressão Demoníaca. E eis que uma mulher cananeia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada (Mt 15.22). Há muitas pessoas possessas e oprimidas por demônios. É a escravidão espiritual. Veja o exemplo daquele homem de Gadara-Marcos5.1-20.

O Fardo Físico da Labuta Diária. “…dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora; contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia" (Mt 20.12). O trabalho que é uma bênção de Deus pode se tornar, em excesso, um grande fardo. Esse método de qualidade total desenvolvido por algumas empresas tem o objetivo de tirar o máximo dos empregados. Há pessoas hoje que são escravas do trabalho. Vivem estressadas e deprimidas.

COMO ALIVIAR-SE DOS FARDOS

Na obra clássica “O Peregrino”, João Bunyan narra a caminhada do “cristão” que buscava alívio para os seus pecados. Ele peregrinava com o fardo esmagador dos pecados, procurando alívio em diversas fontes. Foi quando o “intérprete” lhe apontou o Calvário. O “Peregrino”, então, reconheceu que Jesus Cristo morreu por ele. Nesse momento, ele recebeu Jesus como seu salvador pessoal, e transferiu o fardo para as mãos de Jesus.

É o que você deve fazer também para aliviar-se dos seus fardos. Mas, como?

Aceite o Convite de Jesus. Jesus convida a todos que se acham cansados e sobrecarregados: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei’ (Mt 11.28). Observe:

-Quem convida? Jesus, o Filho de Deus, Senhor e Salvador (Cl 1.13-23).

-A quem convida? Limita-se àqueles que se acham e se reconhecem cansados e sobrecarregados. Qualquer que seja o tipo de fardo opressor.

-A que convida? Para o alívio ou o refrigério da alma (SI 23.1-3).

-Como receber o alívio? Indo a Jesus pela fé. Primeiro, reconheça-se como um pecador arrependido; segundo, aceite o pagamento dos pecados que Ele fez por você na cruz; e terceiro, abandone toda prática condenada por Deus e aprenda mais e mais de Jesus (Mt 11.29).

Deixe de Lutar em Vão. O salmista Davi diz: “Bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo!…” (SI 68.19). Entregue o seu fardo para Deus e Ele o carregará. Spurgeon disse certa vez: “Uma pequena fé levará a vossa alma aos céus, mas uma grande fé trará os céus à vossa alma”. Se a sua alma se acha cansada e sobrecarregada por qualquer tipo de fardo e se você deseja alívio imediato, pela fé, entregue-se a Jesus. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará (SI 37.5). Deixe de lutar em vão!

Humilhe-se Diante do Senhor. Pedro recomenda: Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós (1 Pe 5.6-7).

CONCLUSÃO

Meu amigo, qual é o fardo que lhe tem oprimido? Entregue-o a Deus, agora. Somente Jesus poderá trazer auxílio para a sua alma cansada. Ele é o único que pode lhe trazer libertação e refrigério.

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.988 outros assinantes

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: