Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Estudo Bíblico. Tema: Vença o sofrimento

Problemas existenciais

AULA 01. Vença o Sofrimento

João 16:33

Objetivo do estudo: Fortalecer a fé em meio ao sofrimento.

INTRODUÇÃO

Ninguém gosta de sofrer. E a religião tem sido buscada por muitos como um lenitivo para amenizar o sofrimento.

Cresce no meio evangélico a pregação de auto-ajuda que tem criado uma atitude não-bíblica entre os crentes com relação aos sofrimentos e adversidades. Muitos cristãos acham que as adversidades não devem fazer parte de sua vida e as entendem como sinal de maldição.

Todavia, esta não era a mentalidade de Cristo e dos seus primeiros seguidores.

Disse Jesus: "No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (Jo 15.33).

Você está passando por aflições? Estas aflições o têm abatido e lhe roubado a coragem e o ânimo de viver? Gostaria que você me acompanhasse atentamente no estudo desta lição.

Quero lhe apresentar princípios bíblicos que o ajudarão a vencer o sofrimento.

EXPOSIÇÃO

1. POR QUE O HOMEM SOFRE?

A resposta cristã a essa pergunta está contida na doutrina da queda. Segundo essa doutrina, o homem é sofredor e produtor de sofrimento não porque Deus o tenha feito assim, mas porque ele se fez assim ao abusar de seu livre-arbítrio. "Por que, pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados" (Lm 3.39).

Como cristãos sofremos ainda por três motivos:

1.1. Pela Identificação com Cristo

Pelo fato de sermos cristãos e estarmos identificados com Cristo. "Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim. Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia". (Jo 15.18-19). A palavra "mundo" representa a sociedade decaída e revoltada contra Deus, sob o comando de Satanás que odeia e persegue a Cristo e os seus discípulos. Jesus nos lembra: "Não é o servo maior do que o seu Senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós…"(Jo 15.20). Quanto mais identificados e dedicados a Cristo, mais sofrimentos (Mt 5.10-12).

1.2. Pela Desobediência

Por causa da nossa desobediência. Como cristãos somos filhos de Deus. Não somos filhos perfeitos e vivemos sempre em desobediência à vontade do Deus-Pai. Em desobediência. Deus nos disciplina e nos corrige com adversidades e provações com o intuito de sermos mais perfeitos."… porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo o filho a quem recebe"… "Deus, porém, nos disciplina para aproveitamento, a fim de sermos participantes da sua santidade" (Hb 12.5,10). O sofrimento pode ser uma prova de amor e zelo paternais. "O amor pode causar sofrimento ao seu objeto, mas apenas na suposição de que esse objeto precisa ser alternado a fim de tornar-se inteiramente digno de ser amado" (CS. Lewis).

1.3. Plano de Deus

Porque o sofrimento faz parte do plano de Deus. Os verdadeiros crentes devem esperar o sofrimento como parte do plano soberano de Deus, que decide permitir que vários cristãos sofram em diferentes circunstâncias e com resultados diversos. Deus afirma: "Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal; eu, o Senhor, faço todas estas cousas" (Is 45.7). Pedro, então, diz que não devemos estranhar o sofrimento como se esse fosse algo extraordinário: "Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma cousa extraordinária vos estivesse acontecendo" (1 Pe 4.12). O apóstolo Paulo conclui: "Sabemos que todas as cousas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Rm 8.28).

2. COMO LIDAR COM O SOFRIMENTO?

"No mundo passais por aflições". Três fatos se acham envolvidos nesta declaração de Jesus. Primeiro, que enquanto vivermos neste mundo estamos vulneráveis às aflições. Viver é enfrentar dificuldades e resolver problemas. Segundo, assim como a vida passa e o mundo passa, também as aflições são passageiras. Não "ficamos" em aflições, mas "passamos" por aflições. Terceiro, que as aflições que nos abatem são diversas na sua quantidade, origem e natureza.

A principal pergunta que devo fazer ao passar por aflições é "como devo reagir?" A minha reação, positiva ou negativa, é o grande segredo em lidar com o sofrimento.

Apresento a seguir alguns princípios bíblicos de como lidar com o sofrimento.

2.1. Avaliar o Sofrimento

Você precisa pedir a Deus discernimento para entender o propósito e o motivo do seu sofrimento. Você está sofrendo porque obedece ou desobedece a Deus? Como este sofrimento tem ajudado você a se aproximar de Deus?

Em 1 Pedro 4.15-16, o apóstolo menciona quatro males pelos quais nunca devemos sofrer: "Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócio de outrem; mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome".

Sofrer por Cristo é uma Bem-aventurança.

2.2. Não Estranhar Sofrimento

"Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós (…) como se alguma cousa extraordinária vos estivesse acontecendo", afirma Pedro (1 Pe 4.12).

Não é razoável estranhar o sofrimento na vida do cristão. Pois todos quantos querem viver piedosamente em Jesus, sofrerão problemas (2 Tm 3.12). Além do mais, os crentes estão em permanente desavença com o mundo, pelo fato de haverem sido chamados por Cristo. (Mt 16.24-26).

O sofrimento para o cristão não é "coisa estranha".

3. VOCÊ DEVE BUSCAR A PAZ EM CRISTO

Antes de falar e reconhecer que no mundo passaríamos por aflições, Jesus disse: "Estas cousas vos tenho dito para que tenhais paz em mim…" (Jo 16.33). A paz de Jesus é a tranqüilidade espiritual para enfrentar a guerra da vida. Ela é íntima, pessoal e necessária. "E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus." (Fp 4.7).

4. VOCÊ DEVE TER BOM ÂNIMO

Você não deve esmorecer, perder a coragem, desanimar. "Mas tende bom ânimo", declarou Jesus. A razão teológica é que Cristo venceu o mundo e Ele nos transmite a sua vitória pela fé, pois "… todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé" (1 Jo 5.4). Há também uma razão escatológica pela qual devemos ter bom ânimo: "Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós" (Rm 8.18).

5. VOCÊ DEVE SOFRERÁ SEMELHANÇA DE CRISTO

"Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos…" (1 Pe2.21).

Esta é a mensagem principal de Pedro, em sua primeira carta, que consiste em incentivar o crente a seguir o mesmo caminho trilhado por Jesus.

O termo "Exemplo" é pedagógico, usado no sentido de algo ser reproduzido ou copiado a partir de um esboço, como por exemplo um "caderno de caligrafia".

A vida de sofrimento de Jesus Cristo deve ser copiada por parte de cada discípulo servo. E o exemplo oferecido por Pedro é o de Jesus – "o servo sofredor". Jesus sofreu de forma voluntária, imerecida, inocente, humilde, silenciosa e não vingativa (Is 53,1 Pe 2.21-25).

CONCLUSÃO

Jó concluiu no seu sofrimento: "O homem, nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquietação" (14.1).

Já que não podemos fugir do sofrimento, podemos tirar algumas lições dele.

John MacArthur, Jr. em seu livro O Poder do Sofrimento, apresenta algumas lições:

1. O sofrimento produz uma nova compreensão de Deus (Jó 42.2-6).

2. O sofrimento produz nova alegria (IPe 1.3-7).

3. O sofrimento intensifica a glória futura (Tg 1.2-4).

4. O sofrimento traz real consolo (2 Co 1.3-4).

5. O sofrimento origina a verdadeira humildade (Tg 1.9-11).

PONTOS PARA DISCUTIR

1. A certeza de sua salvação vem aumentando ou diminuindo ultimamente?

2. Qual a maior lição que o sofrimento já lhe ensinou?

3. "A vida é a professora mais implacável. Primeiro dá a prova e depois a lição".

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email
CURSOS EAD

Entre no curso que deseja fazer e comece a assistir as aulas agora. 

Cursos a distância gratuitos

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: