Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Estudo bíblico para a Escola Bíblica dominical da Igreja Betel Geisel. Tema: VENCENDO O GIGANTE DO ORGULHO.

Vencendo o gigante do orgulho

Lucas 18.9-14

“…..porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado”. Lucas 18:14

QUAL O PIOR DE TODOS OS PECADOS?

Hoje trataremos de um dos grandes gigantes da alma: O orgulho. Os antigos mestres cristãos costumavam dizer que o principal pecado, o mal supremo, capaz de deixar a criatura no mais completo estado anti-Deus, é o orgulho.

Há uma tradição comum entre os evangélicos brasileiros que afirma não haver diferença entre "pecadinho" e "pecadão". Mas há pecados que são piores que os outros em suas consequências. A doutrina cristã, na obra da Segunda Confissão Helvética (1562), afirma: "confessamos também que os pecados não são iguais: embora surjam da mesma fonte de corrupção e incredulidade, alguns são mais graves que os outros".

Por que os antigos eram tão radicais em sua crítica ao orgulho, a ponto de considerá-lo um grave pecado? No presente estudo, veremos o que a Bíblia tem a dizer sobre o assunto.

ENTENDENDO O TEXTO DE LUCAS 18:1-8

A conhecida parábola de Jesus, narrada apenas por Lucas, é contada em um contexto que apresenta o ensino do Senhor sobre oração (Lc 18.1-8- comparar com a seção paralela de Lc 11.1-13, na qual o assunto principal também é a oração).

Em Lucas 18.1-8, a ênfase está na perseverança que se deve ter na oração. Já no texto que é o objeto da atenção do presente estudo, a ênfase é dupla: a condenação de uma arrogância altiva e soberba, que engana, levando quem se deixa dominar por ela a pensar que é melhor que os outros e não precisa nem de Deus; e a apreciação de uma atitude humilde, que leva a depender apenas de Deus, e não dos méritos próprios.

­Este texto ilustra muito bem o aspecto negativo do orgulho, e o resultado desastroso produ­zido na vida de quem se julga auto-suficiente e melhor que os outros. Nesta parábola, Jesus utiliza um de seus trocadilhos favoritos: "pois quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado" (Lc 18.14).

A idéia de Deus exaltar os humildes e derrubar os orgulhosos era conhecida, há muito tempo, pelos sábios orientais (cf. Jó 5.11 e 22.29, citada por Elifaz de Temã) e, evidentemente, pelos filhos de Israel (cf. Sl.113.7; Pv 3.34; Is 57.15).

À luz de tantas referências bíblicas, não é difícil concluir que o assunto é da mais elevada importância para a vida dos que querem seguir o Senhor Jesus com fidelidade e obediência. Fazemos bem em prestar a máxima atenção a tão importante questão.

1. O QUE E ORGULHO

O que é orgulho? Trata-se da atitude de considerar-se superior e melhor que as outras pessoas, a ponto de desprezá-las. O orgulho é, portanto, a atitude que leva alguém a considerar-se uma pessoa aci­ma de todas as outras.

C. S. Lewis, em Cristianismo Puro e Simples, afirma: "o orgulho é essencialmente competidor; é competidor por sua própria natureza…”. O orgulho não sente prazer em possuir algo, mas apenas em possuir mais do que o próximo. Dizemos que alguém tem o orgulho de ser rico, ou de ser inteligente ou de ter boa aparência, mas não é assim. A pessoa tem o orgu­lho de ser mais rica, mais inteligente ou de melhor aparência do que os outros. Se todo o mundo se tornasse igualmente rico, inteligente ou de boa aparência, não ha­veria nada do que se orgulhar. É a compa­ração que nos torna orgulhosos: o prazer de estar acima dos outros. Não havendo o fator competição, o orgulho desapare­ce".

Por causa do orgulho, pessoas des­prezam, humilham e oprimem seus seme­lhantes – racismo e preconceito, por exemplo, são manifestações do orgulho. Por isso, o orgulho é um pecado tão gra­ve e sério: sempre alguém encontrará outro que lhe seja superior em uma outra área. E, acima de tudo, e de todos, há o próprio Deus.

Enquanto permane­cermos orgulhosos, não poderemos co­nhecer a Deus. Um orgulhoso está sem­pre olhando de cima para pessoas e coi­sas; e, é claro, quem está olhando para baixo, não pode ver o que está acima de si mesmo". A ruína espiritual proveniente do orgulho reside no fato do orgulhoso amar-se mais que a Deus e, evidentemen­te, mais que às outras pessoas.

Eis o grande problema do orgulho: a pessoa orgulhosa considera-se melhor que as outras pessoas. O orgulho não deixa a pessoa reconhecer que, se tem algo de bom, não é pelo seu próprio méri­to, mas pela misericórdia divina. Portan­to, é errado alguém considerar-se supe­rior a quem quer que seja. No lugar do orgulho, é preciso sentir gratidão a Deus pelas boas dádivas que ele concede.

2. O QUE NÃO É ORGULHO

É preciso distinguir alguns pontos, para que não se entenda uma questão tão importante como esta, de maneira errada. Há pessoas que não querem ser orgulho­sas, mas acabam manifestando uma hu­mildade deturpada. Eis alguns exemplos: a alegria que alguém sente ao receber um elogio não é orgulho. Jesus nos dá a im­pressionante promessa que Deus mesmo elogiará seus servos fiéis (Mt 25.21-23). Quando alguém diz algo bom a nosso res­peito, devemos dar graças a Deus, que nos possibilitou a característica pessoal ou a realização que nos fez receber o elo­gio. O problema é quando uma pessoa é tão orgulhosa que nem dá valor a quem a elogiou, por considerar-se superior a tudo e a todos.

Também não é errado ter "orgulho" de uma pessoa especial, como um pai, ou uma filha, ou por ser aluno de uma deter­minada escola ou funcionário de uma de­terminada empresa. Nestes casos, o que se sente não é exatamente "orgulho", mas uma grande afeição ou admiração, pela pessoa. Esta afeição e admiração não são pe­caminosas em si.

Mas devemos tomar cuidado para que não amemos pessoas ou coisas mais que a Deus. Afinal, "se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo" (Lc 14.26).

3. VENCENDO O ORGULHO

É possível vencer o orgulho? Sim, pela graça de Deus. A humildade é o remédio de Deus contra o orgulho.

Quem é verdadeiramente humilde não vive dizendo, sou humilde, sou humilde, sou humilde. Mas, vive essa humildade nos gestos e atitudes demonstradas nos relacionamentos com as pessoas.

Além disso, é possível cultivar al­guns princípios de vida que são úteis para a vitória sobre o orgulho:

  • Um destes prin­cípios é ser dependente de Deus como uma criança. O Senhor Jesus disse que quem não se tornar como uma criança não entrará no reino dos céus (Mt. 18.1-5). A criança não é arrogante. Não se conside­ra melhor que ninguém. Para vencermos o orgulho, imitemos as crianças.
  • Outro princípio de vida importante para derrotar o orgulho é o serviço. Jesus, o Senhor, serviu sempre. Ele não teve pro­blemas em fazer o que ninguém queria, e lavar os pés de seus amigos discípulos (tarefa que, naquele tempo, era destina­da aos escravos). "Vós me chamais o Mestre e o Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. Ora, se eu sendo o Senhor e o Mestre vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Por­que eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também" (Jo 13.13-15). Quem serve aos seus semelhantes desenvolve espírito de humildade.

REFLEXÃO PESSOAL.

1. Você já fez uma análise pessoal sincera para verificar se é orgulhoso(a)

2. Você acha que vale a pena ser humilde? Por quê?

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.986 outros assinantes

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: