Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Estudo: A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO. (Estudo bíblico para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel)

ATENÇÃO: ESTE ESTUDO SERÁ TRANSMITIDO PELO NOSSO CANAL DE TV ON LINE HOJE, DIA 29/03/2012, A PARTIR DAS 19:30HS.

ASSISTA NESTE LINK: http://josiasmoura.com/tv-betel-on-line/

********************************************************************************

A PESSOA DO ESPIRITO SANTO

Texto básico: João 14.16

Introdução

Pneumatologia é o estudo da doutrina bíblica sobre a pessoa do Espírito Santo. E se existe uma doutrina na Bíblia que precisamos estudar é esta! Há muitos estudos sobre a pessoa do Pai e do Filho, mas poucos estudos sobre a pessoa do Espírito. Desses poucos, a maioria é de natureza apologética, onde pessoas apenas usam os textos para defender ou atacar práticas espirituais.

Precisamos estudar a doutrina bíblica da pessoa e da obra do Espírito Santo por três motivos básicos: primeiro porque ela se encontra na Bíblia e deve ser conhecida e praticada; segundo porque é por intermédio do conhecimento, iluminação, enchimento e ação do Espírito que crescemos espiritualmente; e terceiro porque há muitos ensinos equivocados e confusos sobre esta doutrina.

Oremos e nos submetamos humildemente ao ensino da Palavra de Deus.

 

1. O Espírito Santo na trindade

Para conhecermos a pessoa do Espírito Santo começaremos pela Doutrina da Trindade. Há um único Deus verdadeiro que subsiste em três pessoas: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

Podemos resumir a doutrina: O Espírito Santo é a terceira pessoa da Trindade, procedente do Pai e do Filho, da mesma substância e igual em poder e glória, e deve-se crer nEle, amá-Lo, obedecê-Lo e adorá-Lo, juntamente com o Pai e o Filho, por todos os séculos. (Mt 3.16-17; Mt 28.19; 2 Co 13.13; Jo 15.26; 16.13-14; 17.24).

No Antigo Testamento há várias referências ao Espírito Santo, principalmente naqueles textos que sugerem a doutrina da Trindade. No primeiro versículo da Bíblia (Gn 1.1), a palavra hebraica para "Deus" é usada no plural. Em Gênesis 1.2, o Espírito é expressamente mencionado.

Deus também se refere a Si mesmo no plural (Gn 1.26; 11.7) e, pelo menos, em um lugar as três pessoas da Trindade são mencionadas juntas (Is 48.16).

Vários dos títulos atribuídos ao Espírito Santo podem ser encontrados no Antigo Testamento (SI 51.11; Zc 12.10; Jó 33.4).

O Espírito aparece de forma ativa na obra da criação: a) Ele foi ativo na criação do universo – Gn 1.2; Is 40.12-13; Jó 26.13; b) Ele foi ativo na criação do homem – Jó 33.4; c) Ele está ativo na preservação da natureza – S1104.10-30; Is 40.7).

Dois aspectos importantes da identidade do Espírito Santo são a sua divindade e a sua personalidade.

2. A Divindade do Espírito Santo

Por divindade do Espírito Santo se entende que Ele é um com Deus, fazendo parte da Divindade, Co-igual, Co-eterno e consubstancial com o Pai e com o Filho. (Mt 28.19; Jo 14.16).

Podemos constatar sua divindade nos títulos e nomes que lhe são atribuídos: o Espírito de Deus (Gn 1.2); o Espírito do Senhor (Lc 4.18; At 5.9); o Espírito de nosso Deus (1 Co 6.11); o Espírito do Deus vivente (2 Co 3.3); o Espírito de Cristo (Rm 8.9); o Espírito de seu Filho (Gl 4.6); o Espírito de santidade (Rm 1.4); o Santo (1 Jo 2.20); o Espírito eterno (Hb 9.14); o Espírito da vida (Rm 8.2); o Espírito da Verdade (Jo 14.17); o Consolador (Jo 14.16).

No que se refere às obras divinas, devemos entendê-las didaticamente, da seguinte maneira: O Pai é a origem da qual elas começam; o Filho é o meio pelo qual elas acontecem, e o Espírito é o executivo pelo qual elas são realizadas ou aplicadas.

São atributos do Espírito Santo: eternidade (Hb 9.14), onipotência (Gn 1.1-2), onipresença (SI 139.7-8), onisciência (1 Co 2.10), soberania (Jo 3.8), santidade (Mt 28.19) e vida (Rm 8.2).

As obras de Deus são atribuídas também ao Espírito Santo: criação (Jó 33.4), inspiração das Escrituras (2 Pe 1.21), encarnação de Cristo (Mt 1.18) e ressurreição (Rm 8.11). Portanto, sem dúvida alguma o Espírito Santo é Deus.

3. A Personalidade do Espírito Santo

Personalidade significa o caráter do que é pessoal, a individualidade psicológica de uma pessoa que se manifesta em seu comportamento ou o conjunto dos traços físicos e morais pelos quais se determina a individualidade de uma pessoa.

O Espírito Santo é uma pessoa. A Bíblia demonstra isso de várias maneiras:

3.1. Argumentos gramaticais. Em João 14.16 lemos: E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco. A expressão "outro Consolador" indica que o Espírito Santo é alguém como Jesus, uma personalidade distinta do Pai e do Filho.

Apesar do substantivo "espírito", "pneuma" na língua grega, ser do gênero neutro, ele é sempre, ao se referir ao Espírito Santo, acompanhado por um pronome pessoal masculino: Jo 15.26; 16.7-8, 13-14.

3.2. Argumentos pessoais. A Bíblia sempre apresenta o Espírito Santo como uma pessoa, atribuindo-Lhe traços de personalidade: inteligência (1 Co 2.10-11; Rm 8.27), vontade (1 Co 12.11; At 13.1-3) e emoções ou sentimentos (Ef 4.30; Rm 15.30). Ele age como uma pessoa: fala (Ap 2.7), intercede (Rm 8.26), testemunha (Jo 15.26), ensina (Jo 16.12-14), chama e envia pessoas (At 20.28), convence (Jo 16. 8), guia e orienta (At 16.6-7).

Outras provas da personalidade do Espírito são que uma pessoa pode blasfemar (Mt 12.31), mentir (At 5.3), tentar (At 5.9), resistir (At 7.51) e obedecer ao Espírito (At 13.2-3).

4. A Obra do Espírito Santo

A posição mais aceita é aquela que classifica em obra geral à parte da redenção e obra específica na aplicação da redenção. Alguns chamam de o Espírito agindo na criação.

Entendemos, porém, que a obra do Espírito tem como marco divisor o cumprimento da promessa do derramar do Espírito – Atos 2. Podemos dividir a obra em Antes do Pentecostes (AP) e Depois do Pentecostes (DP). Observamos que antes do pentecostes o Espírito atuou na criação do universo e do homem (Gn 1.2, 26; Jó 26.13; 33.4; Is 40.12-13), e na sustentação e preservação da criação (SI 104.10-30; 139; Is 40.7).

Todos aqueles que foram salvos e viveram pela fé antes do Pentecostes, foram assistidos pelo Espírito Santo. Paulo cita em Romanos 4, que Abraão e Davi foram justificados pela fé. Seria impossível alguém ser justificado pela fé sem a ação do Espírito.

No Antigo Testamento, o Espírito Santo convencia (Gn 6.3), vivificava (SI 119.25), iluminava (S1119.27), conduzia a alma a Deus (SI 65.3-4), instruía (Ne 9.20) e sustentava o crente (SI 37.24). Ele Inspirou os profetas (Ez2.1-2), inspirou as Escrituras (2 Pe 1.21), concedeu dons aos crentes (Gn 41.38; Êx 31.2-5; Nm 11.25; 27.18; Jz 6.34) e capacitou os crentes para o serviço (Zc 4.6).

A obra principal do Espírito é promover a conversão dos pecadores, antes e depois do Pentecostes. Após o Pentecostes observamos que Ele também concede dons para que possamos servir ao reino.

Conclusão

Há três pessoas na trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Estas três pessoas são um só Deus, possuindo a mesma substância, iguais em poder e glória, mas distintas pelas suas características pessoais. O Espírito Santo é a terceira pessoa da Trindade. Ele não é uma criatura, uma força ou um poder impessoal. Ele é Deus (At 5.4).

Pontos para discutir

1. O que nos motiva a estudar a doutrina bíblica do Espírito Santo?

2. A Bíblia oferece provas suficientes para crermos na divindade do Espírito Santo?

3. Quais os traços pessoais do Espírito Santo?

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email
CURSOS EAD

Entre no curso que deseja fazer e comece a assistir as aulas agora. 

Cursos a distância gratuitos

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: