Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

Curso Bíblico para o culto de doutrina. Tema: PARTE 01. COMPREENDO AS PROFUNDAS LIÇÕES DO LIVRO DE TIAGO

PARTE 01. Compreendendo

as profundas lições do Livro de Tiago

Tiago 1:1-11

Iniciaremos hoje uma série de estudos no livro do apostolo Tiago. Em seu livro, Tiago deseja que os crentes não apenas ouçam a verdade, mas que também a coloquem em prática. Assim, Tiago faz uma comparação entre a fé vazia e a fé que estã em ação.

Dessa forma, somos chamados para o compromisso de amar e servir aos nossos irmãos, e servir aos outros é a evidência da verdadeira fé.

1. Uma palavra de ânimo aos que são perseguidos.

· Tiago 1:1: “Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que se encontram na Dispersão, saudações.”

Tiago começa sua carta fazendo uma dedicatória aos inúmeros cristãos dispersos pelas perseguições. Seu objetivo é incentivá-los para que fiquem firmes em suas convicções, e assim procurem manter um correto testemunho cristão.

Na vida cristã sempre há tribulações e tentações. E Tiago está ensinando a estes irmãos que superar com êxito estas adversidades produz a maturidade e um forte caráter.

Portanto, não devemos nos ressentir quando surgirem dificuldades, mas ao contrário devemos orar pedindo sabedoria para lidar com as circunstâncias difíceis da vida. Precisamos aprender a encontrar água em meio aos desertos da nossa vida. Precisamos aprender a garimpar ouro na terra dos conflitos da nossa vida. Precisamos entender que para toda situação ruim em nossas vidas sempre há alguma lição positiva a ser aprendida.

2. Uma palavra de alegria para os que estão em tribulação

· Tiago 1:2-4: “2 Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, 3 sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. 4 Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.

Nossa resposta natural às dificuldades é a tristeza, o desespero ou a angústia. No entanto, Tiago nos ensina que quando a dificuldade surgir é possível tirar algum proveito dela.

Tiago não esta nos ensinando a fingir que estamos felizes diante da dor, mas devemos ter uma perspectiva positiva, e procurar sempre enfrentar os problemas com o fruto da alegria do Espírito Santo que habita em nós. Assim, devemos aprender a transformar dificuldades em momentos de aprendizado.

Tempos difíceis podem nos ensinar a ficar firmes em Deus. Deus muitas vezes permite que sejamos provados para aumentar a força e a qualidade da fé que a pessoa professa e demonstrar a validade dela.

Não podemos conhecer de fato qual é o nosso verdadeiro caráter até que vejamos como reagimos sob pressão. É fácil ser bondoso com outras pessoas quando nos tratam bem, e tudo está bem, mas será que ainda podemos ser bondosos quando os outros nos tratam de forma injusta?

Vemos o princípio acima nas palavras ditas pelo Senhor ao seu povo em Deuteronômio 8:2: “Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos.”

3. Uma palavra de sabedoria para aqueles que desejam administrar vitoriosamente seus conflitos.

· “5 Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. 6 Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. 7 Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; 8 homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.” (Tiago 1:5-8 RA)

O público judaico de Tiago entendia essa sabedoria como um entendimento e as habilidades práticas de que precisavam para terem uma vida que glorificasse a Deus. Eles entendiam que esta sabedoria não era proveniente do conhecimento humano, mas deveria vir dos princípios revelados por Deus em sua palavra.

E aqui Tiago esta nos ensinando que aquele que necessitar desta sabedoria, peça-a a Deus. Esta sabedoria é a habilidade que Deus nos concede para que possamos tomar decisões sábias em situações difíceis. Assim, devemos pedir sabedoria a Deus para que acertemos em nossas escolhas.

A Sabedoria da qual falamos aqui, significa discernimento prático, que conduz a um viver correto, e resulta em habilidade para que saibamos o que é certo ou errado.

Mas, como devemos pedir esta sabedoria? Tiago diz: “Peça-a com fé…”. v.6. A oração por Sabedoria deve ser feita com uma firme confiança num Deus que é soberano, “…em nada duvidando.”

Uma mente duvidosa não esta completamente convencida de que a maneira de Deus seja a melhor. Quem duvida esta tratando a palavra de Deus como qualquer conselho humano e faz opção de desobedecer. Assim, se sua fé é nova, fraca, ou relutante, lembre-se de que você pode confiar em Deus. Então seja leal a Ele. E para estabilizar sua mente oscilante ou duvidosa, comprometa-se sinceramente com Deus, de todo coração.

Outro aspecto negativo da dúvida, é que ela faz com que a pessoa se assemelhe ao mar revolto e agitado, que se move de um lado para o outro com suas ondas incessantes, sem nunca poder se acalmar. Tal pessoa é considerada como “…homem de ânimo dobre…”, por Tiago. Essa expressão pode ser entendida como a situação de alguém que esta dividido entre Deus e o mundo, ou de alguém que é sempre inconstante em todo o seu caminhar com Deus. Tal pessoa, diz Tiago, não alcançará do Senhor nenhuma benção. V.7

4. Uma palavra sobre as circunstâncias transitórias da vida

· “ 9 O irmão, porém, de condição humilde glorie-se na sua dignidade, 10 e o rico, na sua insignificância, porque ele passará como a flor da erva. 11 Porque o sol se levanta com seu ardente calor, e a erva seca, e a sua flor cai, e desaparece a formosura do seu aspecto; assim também se murchará o rico em seus caminhos.” (Tiago 1:9-11)

Nos versos acima, Tiago nos ensina que aqueles que não ocupam posições elevadas neste mundo devem estar contentes, porque são grandes aos olhos do Senhor. Assim, os pobres devem ficar contentes por saber que a riqueza material não significa nada para Deus; caso contrário estas pessoas seriam indignas. E os ricos devem lembrar que suas riquezas são temporárias, e que a verdadeira riqueza espiritual é encontrada no desenvolvimento de nossa comunhão com Deus, e não nos recursos financeiros.

É importante que compreendamos que se contentar não significa se acomodar. Se contentar significa estar satisfeito com o que Deus nos permite ter, sem viver murmurando e reclamando das circunstâncias da vida.

Sabemos que um cristão deve sempre deve estudar e trabalhar, pois através destes meios, poderá ter condições de vida melhores. Porém, deve ter sempre o cuidado para que seu desejo de melhorar suas condições de vida, não se transforme em sua única prioridade. Jesus nos ensinar que devemos buscar ao seu reino em primeiro lugar.

Em Marcos 4:18,19, Jesus nos lembra sobre os efeitos negativos para a vida espiritual, que atingem aqueles que tem apenas ambições humanas como prioridade: “Os outros, os semeados entre os espinhos, são os que ouvem a palavra, mas os cuidados do mundo, a fascinação da riqueza e as demais ambições, concorrendo, sufocam a palavra, ficando ela infrutífera.”

Temos visto por aí, que muitos não sabem lidar com as riquezas, e estas tornam-se o motivo de sua ruína. Muitos nem sequer conseguem se manter fiéis ao Senhor quando conquistam condições de vida melhores. Seja alguém rico ou pobre, que este seja capaz de ser fiel ao Senhor e se contentar com aquilo que Deus lhe permite ter.

Na próxima semana continuaremos estudando o livro de Tiago. Não perca.

Pr Josias Moura

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

1 comentário em “Curso Bíblico para o culto de doutrina. Tema: PARTE 01. COMPREENDO AS PROFUNDAS LIÇÕES DO LIVRO DE TIAGO”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Entre no curso que deseja fazer e comece a assistir as aulas agora. 

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES
Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.986 outros assinantes

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: