Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

28.12.2014 Estudo EBD. Parte 01: Ouvindo e Praticando a Palavra

Clique aqui para imprimir esta lição

Parte 01: Ouvindo e Praticando a Palavra

Tiago 1:19-27

O estudo de hoje será dividido em duas partes. Uma será estudada hoje e a outra na próxima semana.

A carta de Tiago é muito prática. O apóstolo não vê o cristianismo como mera contemplação, mas como ação firmada naquilo que a Palavra de Deus afirma. Nesta parte Tiago começa com uma afirmação importantíssi­ma: “Meus irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.” (v. 19,20).

Um dos grandes desafios da igreja é vivenciar a unidade de forma concreta. É possível que Tiago estivesse observando alguns pontos de con­tenda entre os irmãos, fruto do egoísmo de estar sempre em evidência. Ge­ralmente somos nós mesmos os maiores culpados por alguns problemas que ocorrem na igreja. E por que? Porque não sabemos ouvir as pessoas. Ouvir é tão importante quanto falar. Em Provérbios 19:11 podemos ler o seguinte: “A sabedoria do homem lhe dá paciência”. E em Provérbios 14:29 temos a seguinte afirmação: “O homem paciente dá provas de grande entendi­mento. Se você quer aprender a ser paciente, o segredo é ter entendimento. A Bíblia diz. que a chave da paciência é o entendimento.

Quando mais sabe­doria, mais entendimento você tem. Quanto mais entendimento você tenha das pessoas, mais paciência você terá com elas. Se você não procura enten­der as pessoas, não terá paciência com elas. Se você não entende as pessoas, não haverá relacionamento. Este é um ponto fundamental. Sem entendimento não há relaciona­mento. Entendimento é o alicerce para relacionamentos.

Como eu posso me tomar melhor entendedor das pessoas em minha vida? Ouvindo as pessoas que estão ao meu redor. Em Provérbios 18:13 podemos ler: “Quem responde antes de ouvir mostra que é tolo e passa vergonha”. Isto é bem claro! Não avalie o que as pessoas fazem ou o que você ouve até ouvir tudo. Deus nos deu dois ouvidos e uma boca – o que significa que você deve ouvir duas vezes mais do que falar. Por isso Tiago adverte: “Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se”. O texto literalmente diz que o homem deve ser rápido em ouvir, que vem do grego tachys, ou seja rápido, depressa, ligeiro: e lento em falar e irar-se. que no grego é a palavra bradys, ou seja, lento, demorado.

Existe uma rã grande que emite som de grunhido. Esta rã tem um músculo que manda uma vibração para o cérebro que cancela o som do seu forte coaxar. Quando a rã emite o som forte, ela não se ouve. As duas vibra­ções cancelam uma a outra. Ela não ouve o potente som que faz. Cada vez que ela coaxa, seu cérebro cancela o som para ela. Aqui está o princípio: É difícil ouvir com a boca aberta!

Um jovem chegou para Sócrates pediu para que ele o ensinasse a ser um orador. O jovem falava sem parar, incessantemente. Sócrates então colo­ca a mão tapando a boca do rapaz e diz: “Eu vou ter de cobrar de você dobrado, porque vou precisar ensinar duas ciências a você. Primeiro, a ciên­cia de segurar sua língua e segundo, a ciência de usá-la corretamente”.

O que podemos aprender? Que nós mesmos criamos mal entendidos, e desta forma necessitamos urgentemente colocar em prática o princípio bí­blico. Tiago está advertindo que a ira descontrolada, as palavras ásperas, nocivas e irrecuperáveis são prejudiciais e não promovem a justiça de Deus. Justiça aqui não está apontando ao caráter de Deus e sim ao modo de vida. em atos e pensamentos que Ele solicita de nós. Podemos ver este conceito muitas vezes em Paulo. Por exemplo, Filipenses 3:9 diz: “e ser encontrado nele, não tendo minha própria justiça que procede da Lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé”. Em Efésios 4:24 também podemos ler: “a revestir-se do novo homem, cria­do para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.”. A ira não faz com que as pessoas sejam melhores e passem a viver segundo o propósito divino. O amor, este sim, é capaz de transformar vidas e levá-las a viver de modo digno do evangelho.

No verso 21 Tiago mais uma vez adverte os cristãos: “Portanto, li­vrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los. Como cristãos a nossa vida deve falar mais que o nosso discur­so. Não podemos ser praticantes da Palavra vivendo um estilo de vida cor­rompido. Neste versículo podemos encontrar alguns vocábulos que apontam para esta idéia. Tiago diz, “livrem-se”, em que no grego aparece como apothemenoi  e que significa “pôr para fora, despojar-se”, uma metáfora que indica o ato de tirar roupas. O cristão deve se livrar de tudo aquilo que impede o crescimento espiritual e uma vida mais comprometida.

A atitude correta é aceitar “humildemente a palavra implantada”, ou seja, acolher os preceitos divinos, vivendo por eles. O vocábulo emphytos indica que o evangelho de Cristo passa a dominar o nosso ser por inteiro, formando em nós uma nova perspectiva de vida. Esta palavra implantada nos leva a desfrutar da obra da salvação em toda sua plenitude.

A prática sempre está ligada ao ouvir bem, caso contrário, as nossas ações ficam comprometidas. Por isso no verso 22 Tiago traz a seguinte afir­mação: “Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganan­do-se a si mesmos”.

Champlin ao comentar este versículo disse: “A igreja cristã conta com muitos teístas teóricos que, na realidade, são ateus práti­cos. Esses são os que ouvem a Palavra, mas não põem em prática aquilo que ouvem; aprovam sermões e lições, a leitura bíblica e as orações, mas agem com base em motivos egoístas, não estando verdadeiramente moti­vados a viver segundo os moldes da dimensão eterna. Isso nos mostra que frequentar a igreja apenas não é suficiente. Deus não está preocupado com nossa religiosidade e sim com nossa praticidade. O ativismo não impressiona a Deus e sim um coração contrito e pronto a obedecê-lo.

Que Deus nos ajude a vivermos um verdadeiro cristianismo.Na próxima semana estudaremos a parte 02 deste estudo.

Site: www.josiasmoura.wordpress.com

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.987 outros assinantes

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: