Estudo para encontro de casais. Tema: CONFLITOS CONJUGAIS

CONFLITOS CONJUGAIS

“Esta é a minha oração: peço que o amor de vocês aumente cada vez mais e mais, junto com o verdadeiro conhecimento e a perfeita compreensão”. Filipenses 1:9. Bíblia Linguagem de Hoje.

Viver só em amor e não apresentar problemas e dificuldades no dia-a-dia da vida conjugal, é muito difícil. A verdade é que, são muitos os fatores que podem contribuir para que os conflitos se apresentem e se instalem na vida à dois. Se o casal não estiver atento a todos os pontos que poderão prejudicar o relacionamento, com toda certeza, terão muita dificuldade para manter a união conjugal.

Todo casamento é a união de dois indivíduos que possuem opiniões, peculiaridades e valores diferentes. Então, não é de se estranhar que, mesmo em casamentos felizes, marido e mulher tenham que enfrentar dificuldades em seu casamento.

Os conflitos conjugais eles se enquadram em duas categorias: os que podem ser resolvidos e os que são permanentes, o que significa que, de uma forma ou de outra, farão parte da vida do casal para sempre. Se forem capazes de identificar e definir suas diferentes divergências, vocês estarão aptos a adaptar estratégias para conviver com a situação.

O psicólogo Dan Wile, em seu livro “Depois da Lua-de-mel”, ele assim expressa: “Ao escolher um parceiro para a vida toda . . .você inevitavelmente estará escolhendo um determinado conjunto de problemas insolúveis com os quais estará se envolvendo nos próximos 10, 20 ou 50 anos”.

Lembre-se que, os casamentos dão certo até o ponto em que os problemas que você escolheu são possíveis de enfrentar.

 

Por que os conflitos acontecem?

Os desentendimentos entre os casais, na maioria, não resultam de incompatíveis diferenças de opiniões.

Quase sempre são produzidas por insuficiente habilidade de dialogar, temperamentos fortes, assuntos polêmicos ou intransigência. Por exemplo:

– Mal-entendidos – quando um dos parceiros não diz de forma clara o que pensa ou sente, e o outro faz suposições em vez de perguntar.

– Defesa de território – causada por invasões na forma de mensagens começadas com “você”.

– Sentimentos feridos – por causa de comentários que insultam, criticam e acusam.

– Sentimentos que não foram compreendidos – porque a outra pessoa recusa-se a ouvir ou está respondendo de modo negativo, usando “sim, mas”.

– Raiva crescente – devido ao mau controle do clima emocional.

Se um dos parceiros esta fragilizado ou emocionalmente fraco, pequenas coisas, podem ser suficientes para desencadear um conflito. Da mesma forma se um dos dois estiver cansado ou preocupado com alguma coisa, uma única frase acusadora ou um comentário áspero poderão dar início a um grande problema.

 

Existem problemas que tendem a ser mais explosivos

1 – Sogros

Quando um dos parceiros tem uma ligação tão estreita com os pais, que perde de vista a importância de seu casamento ou de seu(sua) companheiro(a).

Quando um dos dois fala dos pais de seu(sua) noivo(a) de maneira crítica ou sem complacência.

2 – Divisão de tarefas

Quando os problemas são apresentados através de queixas ou exigências e não através de pedidos.

Quando determinações são feitas, impondo o outro a realizar o que a outra pessoa quer.

Quando a divisão parece injusta.

3 – Tempo e dinheiro

Quando um ou ambos são escassos.

Quando um parceiro ganha mais e acha que tem o direito de gastar mais ou quando um tenta determinar como o outro deve gastar seu tempo e dinheiro.

Quando os noivos pensam diferentes a respeito de gastos e economia, de investimentos e de como devem usar o tempo.

Quando a preferência dos dois não estão sendo levadas em consideração.

Quando a decisão de um dos companheiros resulta em grandes perdas.

4 – Diferenças culturais e religiosas

Quando os parceiros não respeitam as crenças e tradições um do outro.

Quando um dos parceiros é incapaz de adaptar-se às tradições e crenças do outro.

Por isso a necessidade de se unir a uma pessoa que tenha os mesmos princípios e a mesma fé.

5 – Filhos

Quando um dos parceiros têm idéias muito diferentes quanto a disciplina.

Quando os parceiros são incapazes de dividir o que sabem e de aprender um com o outro.

Quando um ou os dois não sentem necessidade de ler, aprender e crescer, no conhecimento de como educar filhos.

Quando os parceiros criticam-se mutuamente quando os filhos passam por alguma dificuldade ou erram.

6 – Sexo

Frieza sexual, comportamentos abusivos, indiferença, traumas passados que afetam a vida sexual do casal, etc…

7 – Peso e aparência

Quando um dos parceiros é incapaz de aceitar o outro como ele realmente é, e tenta mudá-lo.

Quando um dos parceiros é negligente com a higiene pessoal, o que o torna menos atraente.

Quando os parceiros pensam de modo diferente a respeito dos cuidados do corpo.

Quando um dos parceiros é incapaz de aceitar as mudanças na aparência do outro, causadas pela idade, por um acidente ou doença.

 

O que fazer para se alcançar a solução de problemas

1 – Ao falar sobre o problema, faça uma abordagem moderada, equilibrada e não áspera.

2 – Lute sempre pela reparação do relacionamento.

3 – Controle as reações físicas durante as discussões tensas, para evitar problemas maiores.

4 – O seu alvo deve ser chegar a conciliação.

5 – Seja mais tolerante com os defeitos um do outro.

Seguindo estes conselhos, vocês provavelmente irão descobrir que os problemas que podem ser resolvidos, deixaram de interferir em sua felicidade conjugal.

“Todos devem cultivar a paciência pela prática da paciência. Sendo bondosos e perdoadores, o verdadeiro amor pode ser mantido quente no coração, e desenvolver-se-ão no coração qualidades que o Céu aprovará…

Não procureis obrigar o outro a proceder como desejais. Não podeis fazer isso e ao mesmo tempo conservar o amor mútuo… Não permitais que a vossa vida conjugal seja de contentação. Se o permitirdes, sereis ambos infelizes. Sede bondosos nas palavras e delicados no trato, renunciando a vossos próprios desejos”.

Que Deus abençoe sua vida.

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email
CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 7.180 outros assinantes