22 RAZÕES QUE JUSTIFICAM A PRÁTICA DO DÍZIMO

O artigo abaixo não é de minha autoria. Resolvi postá-lo porque apresenta boas justificativas para a prática do dízimo nas Igrejas”.  Pr Josias Moura

VINTE E DUAS RAZÕES PORQUE SOU DIZIMISTA

Convicto de que Deus é o dono de todas as coisas, inclusive de mim mesmo, levo para a Casa do Senhor, como um ato de culto, a décima parte de tudo quanto Ele me ajudar a ganhar. É assim que compreendo o ensinamento da Bíblia sobre o que deve fazer o Povo de Deus. Deus tem um plano para o universo, para este mundo, para esta Igreja e para a vida de cada um de nós. O plano de Deus para qualquer coisa é sempre sábio e realizável; seria inconcebível que Ele não tivesse um plano também para o financiamento dos empreendimentos do seu Reino. Ele tem um plano para isso também; e esse plano é que o Povo de Deus leve para a Casa de Deus o DÍZIMO, que é de Deus, para o trabalho de Deus.

Desejo apresentar-lhe algumas razões porque sou Dizimista, e porque gostaria que cada membro de nossa Igreja também fosse.

1º) Sou Dizimista porque Deus ordena ao seu Povo que o seja e eu desejo ser filho e cidadão obediente (Deuteronômio: 14:22).

2º) Sou Dizimista porque o Dízimo é Santo ao Senhor (Levíticos: 27:3), a Bíblia é chamada Livro Santo, a Casa do Senhor, Lugar Santo, e o Espírito de Deus, Espírito Santo, a mesma palavra que nas escrituras designa a “Bíblia Sagrada” e o “Espírito Santo ” também designa o “Dízimo Santo ”. Eu não posso profanar uma coisa sagrada, usando o Dízimo para quaisquer fins pessoais.

3º) Sou Dizimista porque isso me torna cônscio de minha cooperação com Deus. Deus fornece os recursos naturais e cria em mim a inteligência e a energia. Os cientistas calculam que 95% do poder utilizado na produção de riquezas provêm de forças estranhas ao homem. Assim Deus fornece mais de 90%, e pede somente 10% do lucro. Se eu usasse os 90% que são meus e depois lançasse mão dos 10% que são de Deus, eu não seria diferente de um empregado que, depois de receber o seu salário, ainda fosse à gaveta do patrão roubar o dinheiro ali guardado, ou, então de um sócio que roubasse a parte dos lucros pertencentes ao outro sócio. Tanto aos olhos de Deus, como aos olhos dos homens, esse ato é roubo.

4º) Sou Dizimista porque Deus amaldiçoa aqueles que roubam, recusando-se a entregar o Dízimo (Malaquias: 3:9). Deus é um bom cobrador. Se eu recuso entregar o Dízimo voluntariamente, serei forçado a dá-lo mesmo contra a vontade, de um modo ou de outro Joel: 1:4

5º) Sou Dizimista porque necessito e quero as bênçãos que Deus prometeu àqueles que são obedientes (Malaquias: 3:10). Ele promete bênçãos materiais, pessoais, nacionais e espirituais àqueles que lhe obedecem, entregando o dízimo.

6º) Sou Dizimista porque creio na oração e preciso diariamente do auxílio de Deus, em busca do qual necessito orar. Mas se eu desobedecer e roubo a Deus, não estou em condições de lhe pedir coisa alguma (I João 3:22).

7º) Sou Dizimista porque o Dízimo é uma dívida que todo homem tem para com Deus (II Reis: 4:7). Deus é o primeiro credor, e a dívida para com Ele deve ser paga em Primeiro Lugar (Êxodo: 23:19 – Provérbios: 3:9).

8º) Sou Dizimista porque Deus é o dono de todas as coisas e tem o direito de receber a renda daquilo que nos entregou. A Ele pertencem a terra (Salmos: 24:1 ), o Gado (Salmos: 50:10), a Prata e o Ouro (Ageu: 2:8), e nós Próprios (I Coríntios: 6:19 e 20).

9º) Sou Dizimista e desejo que todos os membros de nossa Igreja também o sejam, porque desse modo sustentaremos adequadamente todas as causas de Cristo. O orçamento de nossa Igreja visa o sustento de todo o trabalho local.

10º) Sou Dizimista porque assim partilho da campanha dos espíritos mais nobres de todos os tempos. Os melhores Cristãos da antigüidade eram Dizimistas. Os apóstolos e os Discípulos eram Dizimistas. Os maiores Cristãos do mundo hoje em dia são Dizimistas. Sinto-me honrado de estar em tão boa e grande companhia.

11º) Sou Dizimista porque Cristo, meu Senhor e Salvador, espera que eu o seja “Dai, pois, à César o que é de César, e a Deus o que é de Deus (Mateus: 22:21 – Mateus: 23:23 – Lucas: 6:46). Entre as coisas que pertencem a César, isto é, ao governo, estão os impostos. Entre as coisas que pertencem a Deus estão os Dízimos. A humanidade tem duas necessidades: uma é secular; a outra é espiritual. Deus promoveu duas instituições para atender a essas necessidades: uma é governo civil; a outra é a Igreja. Ele estabeleceu também duas fontes, das quais devem sustentar-se essas instituições: Os impostos e os Dízimos. Impostos ao governo, para atender às necessidades seculares, e os Dízimos à Igreja, para as necessidades espirituais da humanidade. Desse modo serão satisfeitas as necessidades humanas, quer físicas, quer mentais, quer espirituais.

12º) Sou Dizimista porque os nove décimos do que ganho, e que Deus me permite usar para as minhas necessidades pessoais, valem muito mais com a bênção de Deus, e me ajudam muito mais, do que se eu conservasse os dez décimos e roubasse o Dízimo do Senhor.

13º) Sou Dizimista porque isso me proporciona alegria genuína, prazer e felicidade. Quero viver a vida Cristã mais completa possível. Eu quero Ter sempre no coração a alegria da salvação. Ser Dizimista me ajuda nisso.

14º) Sou Dizimista porque quando resolvi sê-lo acabou-se a ganância em meu coração ganância é idolatria (Colossenses: 3:5). Como Dizimista o homem se torna Senhor do seu dinheiro, em vez de ser escravizado por ele. “ Ao Senhor teu Deus adorarás , e só Ele servirás” (Mateus: 4:10). “Não podeis servir a Deus e às riquezas ” (Lucas: 16:13).

15º) Sou Dizimista porque isso me torna a consciência limpa e clara; livra-me do senso de condenação acerca do dinheiro, e habilita-me a viver em paz comigo mesmo.

16º) Sou Dizimista porque assim aprendo a ser metódico e sistemático nos negócios com Deus, comigo mesmo e com meu semelhante.

17º) Sou Dizimista porque, desse modo, carrego com meus irmãos o peso das responsabilidades, partilhando com eles numa base eqüitativa das responsabilidades financeiras da igreja.

18º) Sou Dizimista porque Dizimar é fazer o bem, e é pecado não fazê-lo (Tiago: 4:17)

19º) Sou Dizimista porque se não for incorro no desagrado de meu Senhor, e perco grande galardão na eternidade (Lucas: 12:47).

20º) Sou Dizimista porque tudo quanto sou e tudo quanto tenho e tudo que tenho, a esperança de ser ou de Ter, eu devo à bondade e à graça de meu Pai Celestial, e a gratidão impulsiona meu coração a fazer o que Ele pede de mim (I Coríntios: 15:10).

21º) Sou Dizimista porque Cristo, meu Salvador, morreu por meus pecados, foi sepultado, e ressuscitou para me justificar. Minha gratidão por tudo quanto Ele tem feito e minha esperança de vê-lo, em paz
, quando Ele vier, me constrangem a entregar o Dízimo (II Coríntios: 5:14)

22º) Sou Dizimista porque, assim, eu ajunto "Tesouros no Céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam (Mateus: 6:20)". O céu é o único “BANCO” que oferece absoluta segurança. Eu não quero chegar ao céu em completa bancarrota. Um Dizimista é um bom cidadão do Reino de Deus, um bom membro de família celestial e um bom associado do divino Salvador. Todos os Dizimistas testificam da alegria e das bênçãos que recebem, pelo fato de entregarem o Dízimo. É muito estranho que algum Cristão se recuse a entregar o Dízimo, quando isso ocorreria para a sua própria felicidade, para maior glória de Deus e para melhora do mundo.

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Cursos a distância gratuitos

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 7.169 outros assinantes