SERMÃO: AMPLIANDO SUA VISÃO DE ADORAÇAO

(Pregado pelo Pr Josias Moura no Aniversário do Grupo Serenata, da Igreja Betel)
Texto base: Romanos 12:1-8

1.  Introdução

Quero mostrar aos amados que louvar e adorar, tem uma amplitude muito maior do que normalmente notamos.  Muito mais que um momento no culto, “Louvor e Adoração” devem ser um estilo de vida, que reflete um desejo de comunhão progressiva com Deus e nossa intenção de cultuá-Lo, reconhecendo e exaltando Suas virtudes.

Vamos examinar a seguir, algumas palavras utilizadas na Bíblia e relacionadas à Adoração (bem como suas origens na língua grega), e a partir destas palavras, vamos ver três definições de adoração que irão ampliar a nossa visão do papel do adorador.

2.  Três definições importantes de adoração

2.1    Adorar é render-se  (do grego: “proskuneo”).

A palavra “proskuneo”, descrevia o gesto de curvar-se diante de uma pessoa e ir até o ponto de beijar os seus pés. Traduziria o ato de reconhecer a nossa insuficiência e a superioridade de Deus, colocando-nos à Sua inteira disposição. A idéia básica é a de SUBMISSÃO. Adoramos ao Senhor e nos submetemos a Ele reconhecendo Sua grandiosidade, mas também Sua misericórdia e amor por nós.

A passagem de Jo 4:20-24, relativa à conversa de Jesus com a mulher samaritana, traz 10 vezes “proskuneo” em suas diversas formas. O Novo Testamento destaca a palavra e suas correlatas, por 58 vezes.

Um exemplo marcante de utilização deste termo: a intenção de Satanás, na tentação de Jesus (Mt 4:9 “E lhe disse: Tudo isto te darei, se te prostrares e me adorares”. Lc 4:7-8 “Então, se me adorares, tudo será teu. Jesus respondeu: Está escrito: Adore o Senhor, o seu Deus, e só a Ele preste culto”.

O diabo queria ser adorado e apenas o gesto de Cristo se “prostrar”, seria uma vitória para ele. Jesus sabia que o gesto de culto, não podia ser desvinculado da própria adoração e responde : “Adore (proskunesis) o Senhor, o seu Deus e só a Ele preste culto”.

Só podemos nos “render”, só podemos nos “prostrar”, só podemos nos “submeter” ao Deus Criador de tudo o que há. Aquele que nos torna Seus filhos, quando entregamos nossas vidas 100% a Ele.

2.2    Adorar é servir (do grego “Iatreia”)

O sentido de SERVIR aqui, implica em “cultuar e oferecer atos de adoração, que agradem a Deus”. Hb 12:28 diz que: aqueles que aceitaram a Cristo como Senhor, receberam da Sua Graça para viver e servem a Deus, através desta mesma Graça.

Este termo é usado por Paulo em Rm 12:1, para descrever a dedicação de nossas vidas a Deus. Ofertar a Ele toda a nossa potencialidade, capacidade, inteligência, energia, experiência e devoção. Servir, como reconhecimento da transformação que Ele operou em nossa vida. Ele merece o melhor do nosso serviço como forma de gratidão.

A raiz de “Iatreia”, pode ser reconhecida na palavra “idolatria” (serviço a um ídolo). Dr. Shedd, em seu livro “Adoração Bíblica”, diz que nosso ato de servir a Deus, requer que o sirvamos em exclusividade. “O Senhor reivindica a totalidade do “serviço” (Iatreia) dos seres a quem Ele dá vida. A rebelião do pecado humano, enquadra-se nesta realidade: o homem serve no sentido de adorar o que não é Deus” (op.cit., p. 18).

Jesus foi absolutamente claro a este respeito na tentação, respondendo a Satanás : “só a Ele darás culto” (Mt 4:10). E por isso que não podemos fazer “jogo duplo” diante de Deus. Nada de “cara de santo” na Igreja e no dia-a-dia viver como o diabo gosta! Não podemos “servir a dois senhores” como nos diz Mt 6:24.

2.3    Adorar é reverenciar com temor sadio (do grego “sebein”)

Algumas pessoas, querendo fugir de um “formalismo exagerado” em seu tratamento para com Deus, partem para o outro extremo, desvalorizando a importância de estar diante do Todo-poderoso. Passam a agir tão vulgarmente, que ao invés de se mostrarem “mais íntimos” de Deus, tornam-se ridículos. Com o tempo, se esta postura não for corrigida, o “temor sadio”(que todos devemos cultivar pelo Senhor), dará lugar ao “desprezo de Suas ordens”.

A palavra grega “sebein” é traduzida como “reverenciar com temor”. Não é simplesmente “ter medo”, mas uma “reverente admiração com desejo de aproximar-se”. Não é um medo que faz fugir, mas sim aquele que anseia por chegar mais perto.

O Senhor é maravilhoso, amoroso, Sua misericórdia e graça nos abençoam todos os dias; mas isto não é tudo o que devemos saber sobre Deus. Temos que reconhecer não apenas a bondade de Deus, como também Sua severidade (Rm I 1:22; Hb 10:31; I Pe 1:16).

Ao mesmo tempo, não quer dizer que devemos viver “aterrorizados” pela presença de Deus. Trata-se de um temor sadio, por sermos alvo do Seu amor, fazermos parte da Sua família e do Seu Reino. O Criador de todo o Universo está ao nosso lado e por isso, ficamos cheios de um reverente temor e nunca de “terror”.

Jo 9:31 diz: “Sabemos que Deus não atende a pecadores; mas, pelo contrário, se alguém teme a Deus (‘theosebes’ – palavra derivada de ‘sebein’) e pratica a sua vontade, a este atende”. Quem quer adorar ao Senhor, sempre terá a preocupação: “O que é que agrada a Deus?”. Viver como o diabo gosta, despreocupado se o Pai aceita ou não o que fazemos, não pode ser a atitude de um verdadeiro adorador.

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email
CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 7.182 outros assinantes