Pastor Josias Moura

Estudos Bíblicos, sermões, cursos ead, Teologia, Bibliotecas digitais, apostilas

07.05.2015 – Estudo EBD -1 Tessalonicenses 3

clique aqui para imprimir esta lição

 

Estudo EBD  -1 Tessalonicenses 3

Nesse capítulo, a palavra-chave é “confirmação” (vv. 2-3,8,13). Os novos crentes passam por momen­tos de provação e de inquietação (vv. 3,5); e, a menos que sejam con­firmados no Senhor, serão desnorte­ados pelo demônio. Paulo não esta­va satisfeito com o fato de que essas pessoas estivessem apenas salvas (cap. 1) e nutridas (cap. 2); ele que­ria vê-las confirmadas na fé (cap. 3) e capazes de andar (cap. 4). Afinal, as criancinhas aprendem a ficar de pé antes de andar. O que Paulo quer dizer com confirmar esses crentes na fé?

I.Ele enviou-lhes um homem (3:1-2)

Que ajuda o jovem Timóteo era para Paulo! Todo Paulo devia ter seu Ti­móteo — a pessoa mais jovem que trabalha com a mais velha. Paulo sa­bia como escolher e treinar líderes cristãos, e Timóteo era um dos me­lhores que ele tinha. Durante mui­tos anos, esse jovem, antes de Paulo recrutá-lo como ajudante, testou-se em sua igreja local (At 16:1-3). O jovem Timóteo (provavelmente um adolescente) não iniciou seu minis­tério ensinando ou pregando, mas sendo o ministro de Paulo, aquele que ajudava o apóstolo nas tarefas da vida diária e das viagens. Na ver­dade, Timóteo substituiu João Mar­cos, que desistira quando as coisas ficaram difíceis. Em Filipenses 2:19- 24 e nas duas epístolas dirigidas a Timóteo, Paulo deixa claro a estima que sente por esse jovem.

Deus usa os crentes dotados para fortalecer a igreja (Ef 4 e veja At 14:21-23 e 15:32,41). Paulo estava disposto a ficar sozinho em Atenas a fim de que Timóteo retornasse a Tessalônica para encorajar os cren­tes e confirmá-los na fé. Haveria menos infortúnios espirituais se os membros da igreja “adotassem” os novos cristãos, os encorajassem, os ensinassem e comungassem com eles. Os santos mais amadurecidos da igreja devem ajudar os cristãos mais jovens a crescer em Cristo.

II.            Ele enviou-lhes uma carta (3:3-4)

A Palavra de Deus edifica o crente (2 Ts 2:15-1 7; Rm 16:25-27; 2 Pe 1:12). Note como Paulo lembra-os da Pa­lavra que já lhes ensinou. Aparente­mente, eles esqueceram que foram advertidos de que haveria tribulações. Nada substitui a Palavra do Se­nhor. O cristão que não conhece a Bíblia é vítima de toda onda de dou­trina e nunca se confirma no Senhor (Ef 4:11-16). Timóteo lembrou-os da Palavra ensinada por Paulo, e isso os encorajou e os confirmou.

Para saber como Paulo minis­trou a Palavra aos tessalonicenses – leia Atos 17:1-4. Ele “arrazoou”, o que sugere debate ou discussão; expôs a Palavra, o que envolve ex­plicar seu sentido (Lc 24:32,45); demonstrou certas verdades, o que quer dizer que deu evidências delas ou mostrou-as de forma ordenada para que todos pudessem percebê-las; e anunciou-a, isto é, proclamou o evangelho. O pastor e os traba­lhadores cristãos devem certificar- se de ter um ministério equilibrado da Palavra. Não é suficiente apenas pregar e anunciar a Palavra; deve-se ensiná-la, prová-la e explicá-la. O verbo traduzido por “demonstrar” (At 17:3) pode significar “arrumar uma mesa”; assim, o trabalhador cristão deve “arrumar o alimento sobre a mesa” para que todo santo, jovem ou velho, tenha acesso a ele e compartilhe-o.

III.           Ele orou por eles (3:5-10)

O que confirma a igreja é o mi­nistério duplo da Palavra de Deus e da oração. Se houver ensino e pregação, mas não oração, as pes­soas terão luz, mas não poder. Se houver oração sem o ensino da Pa­lavra, talvez você tenha um grupo de entusiastas com mais calor que luz! O pastor, o professor de Escola Dominical, o missionário e o traba­lhador cristão que falam com Deus sobre seu povo e, depois, com seu povo a respeito do Senhor têm um ministério equilibrado e confirma­do. O ministério de Cristo consistia na Palavra e na oração (Lc 22:31- 32). Samuel ministrou dessa forma (1 Sm 12:23, e não esqueça da úl­tima afirmação), assim como Pedro e os apóstolos (At 6:4) e o próprio Paulo (At 20:32).

Paulo preocupava-se mais com a fé deles que com a segurança ou felicidade deles. Nesse capítulo, a palavra “fé” aparece cinco vezes. Satanás é o inimigo de nossa fé, pois, se consegue fazer-nos duvidar de Deus e de sua Palavra, tira-nos o usufruto de todas as bênçãos que temos em Cristo. Paulo queria que eles tivessem uma fé madura (per­feita; v. 10). A fé não é uma garan­tia assentada no coração que não muda nunca; ela é como a semente de mostarda que parece pequena, mas tem vida e pode crescer. Paulo queria que essas pessoas abundas­sem em amor, se confirmassem em esperança e crescessem em fé — fé, esperança e amor!

Nada s
ubstitui a vida de oração consistente
. Os cristãos devem orar uns pelos outros e pelo perdido. Sa­tanás é derrotado, e a igreja se con­firma quando há um mistério que combina a oração e a Palavra.

IV.          Ele lembrou-os do retorno de Cristo (3:11-13)

O tema das duas epístolas aos Tessa­lonicenses, como já mencionamos, é o retorno de Cristo. Essa verdade confirma o crente com mais rapidez e melhor que nenhuma outra. Esses cristãos podiam, em meio a tantas tribulações e provações, sentir-se seguros e encorajados com a pro­messa da vinda de Cristo. Eles con­seguiam manter-se puros quando as tentações atravessavam o caminho deles, como acontecia todos os dias naquelas cidades pagãs, ao lembrar que Cristo poderia retornar naquele mesmo dia. Eles conseguiam novo ânimo e força ao olhar para o retor­no dele quando estavam enfraque­cidos para a labuta e para o teste­munho. Nenhuma outra verdade da Bíblia tem um efeito tão potente no coração, na mente e na vontade do crente como a da segunda vinda de Cristo.

Leia Lucas 12:42-48 e veja o que acontece ao servo que esque­ce a vinda de Cristo. Esse homem não disse nada abertamente, apenas em seu coração: “Meu senhor tarda em vir!”. Ele não amava a perspecti­va do aparecimento de Cristo. E de admirar que esse servo tenha apostatado e não se desse bem com os outros cooperadores?
 

Paulo estava ansioso para que tivessem o coração confirmado e isento de culpa; veja também 5:23. É de esperar que os cristãos sejam irrepreensíveis e inculpáveis (Fp 2:15). A perfeição só será possível após o retorno de Cristo, portanto isso não quer dizer que sejam sem pecado. A criancinha que escreve seu nome na lousa não o faz de for­ma perfeita, porque é apenas uma criança; no entanto, ela é irrepreen­sível se fizer o melhor que consegue. Aos olhos de Deus, temos uma vida irrepreensível se vivemos de acordo com a luz que ele nos deu e se pro­curamos crescer nele. A expectativa diária do retorno de Cristo ajuda o crente a manter sua vida pura (1 Jo 2:28—3:3).

É formado em Teologia,  Análise e desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. Especializado  em Tecnologias de aprendizagem a distância,  produção de conteúdos digitais para a Internet e Mestre em Teologia.

 >>  MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O AUTOR

compartilhe esta mensagem:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Print
Email

Postagens relacionadas

CURSOS EAD
Faça um curso Ead 
Gratuito
com certificação

Cursos a distância gratuitos

Cursos Ead parceria 
Setebras

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Introdução ao Marketing digital

Mais informações aqui

Curso Ead: Gestão de Projetos

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Gestão de Projetos

Mais informações aqui

Curso Ead: Inovação e Criatividade

Curso Ead gratuito parceria com o Setebras.

Curso Ead: Inovação e criatividade

Mais informações aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
POSTAGENS ANTERIORES

Faça um curso teológico Gratuito

QUER FAZER UM CURSO DE TEOLOGIA GRATUITAMENTE?

Faça um curso de teologia com acesso gratuito a todo o conteúdo em nosso ambiente de educação a distância. 

 

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES


 

Veja também o nosso vídeo divulgativo:

Assine este site.

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.987 outros assinantes

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: